terça-feira, 23 de maio de 2017

Os Passos Que Chegam Antes De Tudo…


Art by Maurizio Barraco


Ouço cada parte do que bate ao solo conforme Tu Caminhas em minha direção… Ouço os sussurros daqueles que já ouviram Teus Passos… Ouço os sussurros daqueles que, além de mim, ouvem Teus Passos… Ouço os sussurros daqueles que ouvirão no Amanhã Material os Teus Passos… Eu já nasci aqui neste mundo Ouvindo-Os? Eu, antes deste meu nascer último aqui, já ouvia cada um Deles? Antes de Ser, eu já era Ouvinte de cada Passo que Tu tornas Gerador De Novos Passos? Cedo agora lugar aos versos para poder encontrar uma resposta… Dou agora aos versos trazidos pelo vento a chance de me darem qualquer resposta…

E poetizando,
Chega uma resposta
Que tem em Ti
Ressonantes
Auroras…

E poetizando,
Chega uma resposta
Que tem em Ti
Apaixonantes
Assassinatos…

E poetizando,
Chega uma resposta
Que tem em Ti
Perturbadoras
Mensagens…

E poetizando,
Chega uma resposta
Que tem em Ti
Infinitas
Expansões…

E poetizando,
Chega uma resposta
Que tem em Ti
Amplas
Dimensionalidades…

E poetizando,
Chega uma resposta
Que tem em Ti
Múltiplas
Verdades…

E poetizando,
Chega uma resposta
Que tem em Ti
Mutantes
Mentiras…

E poetizando,
Chega uma resposta
Que tem em Ti
Acolhedoras
Mordidas…

E poetizando,
A Resposta
Está Em Vossos
Pés,
Lilith!

E poetizando,
A Resposta
É Vossos Pés,
Caminhante
Lilith!

E poetizando,
A Resposta
É O Solo Onde
Pisam Vossos Pés,
Lilith!

E poetizando,
A Resposta
É O Solo Envenenado
Pelos Vossos Pés,
Lilith!

Poetizando,
Sendo Respondido,
Aos Vossos Pés,
Andarilha
Lilith!

Poetizando,
Sendo Respondido,
Aos Vossos Pés,
Incansável
Lilith!

Poetizando,
Sendo Respondido,
Aos Vossos Pés,
Impassível
Lilith!

POETIZANDO
POETIZANDO
POETIZANDO
POETIZANDO
POETIZANDO!!!

A RESPOSTA
A RESPOSTA
A RESPOSTA
A RESPOSTA
A RESPOSTA!!!

VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS!!!

LILITH
LILITH
LILITH
LILITH
LILITH!!!

E Assim Ela Vem Antes De Tudo Em Minha Alma…

Inominável Ser
AOS PÉS
DE LILITH
EM TUDO




sábado, 20 de maio de 2017

Os Passos Que Estão Cada Vez Mais Aqui…


Art by Maurizio Barraco


Em redor do meu império de deflagrações seminais, faço um conchavo eficaz com as triturações do meu horror. O meu horror? Qual é o meu verdadeiro horror? É ficar aqui atolado na urbana lama que me dimensiona entre indivíduos de cus, picas, bucetas, tetas e bocas que, em verdade me desagradam… Todos aqui possuem pés mutilados… Todos aqui possuem pés tortos… Todos aqui possuem pés decepados… Meus próprios pés são grandes abominações enterradas em esgoto junto à lama… E daqui, assim, observo os Vossos Pés, Primeira Caminhante No Deserto… E ouço Vossos Passos nas areias que gravam cada Grande Passo dos Grandes que no Deserto Caminham, Caminharam e Caminharão… Eu ouço, Lilith… Eu ouço… Ouço, Lilith, me ajoelhando para beijar-Lhe os Pés… Me ajoelhando para render um Tributo aos Teus Passos…


E ajoelhado,
Vou aos beijos
Tecendo uma adoração
Que estrelas presenciam
Ensanguentadas…

E ajoelhado,
Vou aos beijos
Tramando uma oração
Que sóis abençoam
Depravados…

E ajoelhado,
Vou aos beijos
Regendo uma canção
Que luas regem
Ondulantes…

E ajoelhado,
Vou aos beijos
Construindo una montanha
Que exércitos defendem
Selvagens…

E ajoelhado,
Vou aos beijos,
Minha Grande Senhora,
Escrevendo um livro
Infinito…

E ajoelhado,
Vou aos beijos,
Minha Grande Sedutora,
Montando uma carruagem
Esplendorosa…

E ajoelhado,
Vou aos beijos,
Minha Grande Dona,
Ofertando uma adoração
Cintilante…

E ajoelhado,
Vou aos beijos,
Ó,
Lilith,
Agora!

E ajoelhado,
Vou aos beijos,
Ó,
Lilith,
Em Tua Glória!

E ajoelhado,
Vou aos beijos,
Ó,
Lilith,
Pela Eternidade!

Ajoelhado,
Aos beijos,
Lilith,
Em Vossos Pés
Formosos!

Ajoelhado,
Aos beijos,
Lilith,
Em Vossos Pés
Silenciosos!

Ajoelhado,
Aos beijos,
Lilith,
Em Vossos Pés
Sussurrantes!

Ajoelhado,
Aos beijos,
Lilith,
Em Vossos Pés
Sibilantes!

AJOELHADO
AJOELHADO
AJOELHADO
AJOELHADO
AJOELHADO!!!

AOS BEIJOS
AOS BEIJOS
AOS BEIJOS
AOS BEIJOS
AOS BEIJOS!!!

VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS!!!

Ó,
LILITH
LILITH
LILITH
LILITH!!!


E Vossos Pés Esmagam Agora Toda A Minha Alma…


Inominável Ser
AOS PÉS
DE LILITH
AQUI




terça-feira, 9 de maio de 2017

Revelo-Me Nas Águas De Tua Encarnação



Sou A Onda Permanente
E A Onda Passageira
Trazendo A Loucura
E A Devassidão…

Ouves O Som
Das Minhas Batidas
Na Areia Das Praias
De Teus Sonhos
E De Teus Pesadelos?

Sou A Onda Que
Chama
E A Onda Que
Clama…

Ouves O Som
Das Minhas Batidas
Na Areia Das Praias
De Tua Mente
E De Teu Coração?

Sou A Onda
Sem Limites
E A Onda
Cheia De Crimes…

Ouves O Som
Das Minhas Batidas
Na Areia Das Praias
De Tua Noite
E De Tuas Manhãs?

Sou A Onda
Recheada De Ódio
E A Onda
Ausente Do Amor…

Ouves O Som
Das Minhas Batidas
Na Areia Das Praias
Do Teu Silêncio
E Das Tuas Canções?

Sou A Onda
Desesperadora
E A Onda
Inquietante…

Ouves O Som
Das Minhas Batidas
Na Areia Das Praias
Da Tua Alma
E Da Tua Carne?

Sou A Onda
Carnal
E A Onda
Espiritual…

Ouves,
Mortal,
As Minhas Batidas
Em Tua
Carne?

Ouves,
Mortal,
As Minhas Batidas
Em Tua
Alma?

Ouves,
Mortal,
As Minhas Batidas
Em Teu
Existir?

Tu Me Ouves,
Mortal?

Tu Me Ouves,
Mortal?

TU ME OUVES,
MORTAL???

Se Me Ouves
Bater Em Tua
Carne,
Sabes Que Te Guio
Ao Abismal…

Ouves O Som
De Vossos Pés
Molhados
Na Beira Do Abismo
Para Onde Te Guio,
Mortal?

Ouves O Som
Da Minha Voz
A Te Molhar
E A Te Chamar
Do Fundo Do Abismo,
Mortal?

Ouves O Som
Dos Meus Sibilos
Em Violentas Marés
A Te Espancarem
Ao Descerdes O Abismo,
Mortal?

Se Me Ouves,
Deixe Cada Vez Mais
Eu Te Morder,
Eu Te Molhar,
Eu Em Ti
Derramar Da Minha
Buceta Aberta
Meu Gozo
Imortal…

Beba Tudo,
TE ORDENO,
MORTAL!!!

Inominável Ser
LILITH




segunda-feira, 8 de maio de 2017

A Única Das Chuvas


Ordenada queda
Sobre os corpos
Destinados ao
Mais Envenenado
Dos Mundos

Orientado destino
Aos corpos dignos
Do infinito da
Mais Envenenada
Das Galáxias

Organizado signo
De corpos renascidos
No expandir do
Mais Envenenado
Dos Universos

Ostensivo ritmo
De corpos intensos
No brotar da
Mais Envenenada
Das Criações

Onisciente harmonia
De corpos cingidos
Pelas maravilhas da
Mais Envenenada
Das Criações

Onipotente nota
De corpos escritos
Nas páginas da
Mais Envenenada
Das Incriações

Onipresente barca
De corpos navegantes
Nos Templos Da
Mais Envenenada
Das Imanifestações

Um Veneno
Uma Chuva
Um Corpo
Uma Água
Uma Serpente

O Veneno
A Chuva
O Corpo
A Água
A Serpente

Inominável Ser
ENVENENADO
PELA ÚNICA
CHUVA
QUE É
LILITH