quinta-feira, 23 de novembro de 2017

A Verdadeira Festa É A Da Minha Vulva!


Gremory - Douglas Verden


Todos Que Comemoram
Em Minha Vulva,
Todos Que Comem
E Bebem
Em Minha Vulva,
São Os Boêmios
Que Eternos Satisfazem
A Eterna Vontade
Do Meu Veneno!

A Minha Festa
Nunca Termina
E Nem Foi Iniciada,
É Eterna Festa
Invadindo As Frestas
Que Estão Abertas
Daqueles Que Sonham
De Olhos Abertos!

Na Minha Festa
Não Há Bolos
E Balas,
Há O Sangue
Bebido No
Altar Invisível
Da Alma,
Há A Carne
Saboreada Nas
Bandejas Por Mim
Envenenadas
Nas Almas
Que Me Comemoram!

Não Há Cânticos
De Parabéns
Ou Presentes
Na Minha Festa,
Eu Sou O Prêmio
Que Parabeniza
Todos Que Me Festejam,
EU SOU,
EU SOU,
EU SOU!!!

Não Há Sopros
De Velas,
EU SOU
A Luz Acesa
Cheia De Trevas,
EU SOU
A Luz Acesa
Cheia De Mijo,
EU SOU
A Luz Acesa
Cheia De Esperma!

EU SOU
A Verdadeira Festa
Do Outro Lado!

EU SOU
A Verdadeira Festa
De Todos Os Lados!

EU SOU
A Verdadeira Festa
Ao Vosso Lado!

Me Festejem
Em Vós,
Mortos Mortais,
Sem O Medo
Que Assola
Vossas Coroas,
Sem O Medo
Que Aborta
Vossa Coragem!

Me Festejem
Em Vós,
Vadios Mortais,
Sem As Restrições
Impostas Pelas
Vossas Odiosas
Religiões,
Sem As Omissões
Caracterizadas Pelas
Vossas Próprias
Inações!

Me Festejem
Em Vós,
Vagabundos Mortais,
Ousem Navegar
No Festivo Sangrar
De Minha Vulva,
Ousem Nadar
No Festivo Reino
Da Minha Vulva!

ME FESTEJEM
COMO SE EU
FOSSE
VOSSA ONIPOTENTE
CRIADORA!!!

ME FESTEJEM
COMO SE EU
FOSSE
VOSSA ONISCIENTE
SUSTENTADORA!!!

ME FESTEJEM
COMO SE EU
FOSSE
VOSSA ONIPRESENTE
MÃE!!!

Eu Nada Disso Sou,
Mas,
Podeis
Me Festejar Em Vós
Mesmo Assim!

Me Festejem,
Mesmo Sabendo
Que Eu Jamais
Os Festejarei
Em Mim!

Me Festejem,
Podem Vir,
Podem Vir,
PODEM VIR!!!

Inominável Ser
LILITH




No Anti-Cósmico Festejar


Breaking Duality - Douglas Verden


O Assassino Vivo
Vibra No Achado
Que Os Subterrâneos
Fragmentam
Na Superfície.

O Santo Vivo
Ativa A Lei
Que Os Abismos
Admitem
No Pico.

A Prostituta Viva
Logra Exaltações
Que Os Infernos
Adequam
Aos Paraísos.

A Salvadora Viva
Desperta Furacões
Que Os Umbrais
Formam
Nas Grandes Moradas.

O Senhor Vivo
Expõe Aos Santuários
O Que As Prisões
Constituem
Nas Libertações.

A Senhora Viva
Agradece Aos Loucos
Pelo Que Os Altares
Executam
Nas Libações.

O Caçador Vivo
Expande As Versões
Que Os Obscuros Livros
Escrevem
Nas Ocultas Nações.

A Caçadora Viva
Realiza A Refeição
Que Os Já Saciados
Abundam
Nos Grandes Salões.

O Adversário Vivo
Organiza A Fumaça
Que Os Muito Incinerados
Jogam
Nos Mundos Viciados.

A Adversária Viva
Trabalha Na Obra
Que Os Vis Construtores
Assentam
Nas Altas Mansões.

A Adversária
Morta.

A Adversária
Renascida.

A Adversária
Lembrada.

A Adversária
Esquecida.

A Adversária
Que Morde.

A Adversária
Que Estraçalha.

A Adversária
Que Sibila.

A Adversária Armada
Pelo Deus Desconhecido
Pelos Mortais.

A Adversária Máxima
Que É Uma
Deusa Também Desconhecida
Pelos Fracos Mortais.

A Adversária
Que Se Opõe
À Festa
Deste
Lado.

A Adversária
Que É
A Própria
Festa
Do Outro
Lado.

Inominável Ser
UM IMORTAL
POETA
FESTEJANDO
COM LILITH
LÁ NO
OUTRO LADO




Nas Dançantes Constelações Sagradas


The Weaver - Douglas Verden


Estrelas Sangrando
São As Visões
Do Sagrado Poder
Da Mãe Do Sangue
Brilhante Como
A Aurora Anti-Cósmica
Eternizante.

Estrelas Sangrando
São As Uniões
Entre Aqueles Que
Pedem Por Sangue
No Caminho Obscuro
Da Anti-Cósmica
Estrada Das Eras.

Estrelas Sangrando
São As Vozes
Que Apelam Ao
Grande Deserto
Por Maiores Luzes
No Anti-Cósmico
Plano Transuniversal
Dos Desterrados.

Estrelas Sangrando
São As Missões
Destinadas Aos
Sangrentos Baluartes
Empunhando
Anti-Cósmicas Espadas
Cujos Fios
Foram Beijados
Pela Estrela
Da Grande Serpente.

Estrelas Sangrando
São As Relíquias
Do Anti-Cósmico
Tesouro Inominável
Escondido Entre
Os Anti-Cósmicos
Templos Secretos
Das Riquezas
Do Outro Lado.

Estrelas Sangrando
São As Chegadas
De Anti-Cósmicas
Mensagens Maiores
Aos Espíritos Dotados
Do Poder Das Estrelas
Que Brilham Em Todas
As Anti-Cósmicas
Constelações Brilhantes
Nos Anti-Cósmicos
Serpentinos Corações.

Estrelas Sangrando
São Todas As Estrelas
Que Traduzem O Nome
Da Única Senhora
Do Outro Lado.

Estrelas Sangrando
São Todas As Estrelas
Que Personificam O Ser
Da Sagrada Senhora
Do Outro Lado.

Estrelas Sangrando
São Todas As Estrelas
Que Formam O Ter
Da Brilhante Senhora
Do Outro Lado.

A Sagrada Estrela
Que Dança!

A Sagrada Estrela
Que Festeja!

A Sagrada Estrela
Envenenada!

Inominável Ser
ENVENENADO
PELO SIBILANTE
BRILHO
DA ESTRELA
QUE SE CHAMA
LILITH




segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Perseguições Ao Não-Ideal Que Não Tem Sentidos


Desperation Smile - Douglas Verden


Cegos em meio
Às tempestades
No Grande Deserto
São os mais hábeis
Sibilantes Caminhantes
Deste Universo.

Surdos em meio
Às guerras
No Grande Deserto
São os mais vorazes
Sibilantes Combatentes
Do Multiverso.

Mudos em meio
Ao Kaos
No Grande Deserto
São os mais sábios
Sibilantes Magos
Da Criação.

Paralíticos em meio
Ao Extermínio
No Grande Deserto
São os mais ágeis
Sibilantes Desbravadores
Da Incriação.

No Grande Deserto
Está
O Caminho Sem Mãos,
O Caminho
Dos Lupinos,
O Caminho
Dos Draconianos,
O Caminho
Dos Felinos,
O Caminho
Dos Reptilianos,
O Caminho
Dos Tifonianos,
O Caminho
Dos Serpentinos,
O Caminho
De Toda A Obscuridade
Revelada Em
Seus Adeptos
Mais Dignos.

Não Há A Pobreza
Do Ideal,
A Incerteza
Do Ideal,
A Mortandade
Do Ideal,
A Extinção
Do Ideal,
A Inação
Do Ideal.

O Que Há
É O Caminho
Onde As Mãos
Estão Cortadas.

O Que Há
É O Caminho
Onde Os Pés
Também Estão
Cortados.

O Que Há
É O Caminho
Onde Até Mesmo
As Cabeças
Estão Decapitadas.

Na Vulva De Lilith,
Nesta Vulva
Que Impera Sobre
Todas As Divinas
E Infernais
Vulvas,
O Serpentino Encontra-Se
Em Tal
Caminho.

E Ela
É Uma Mestra
Que Não Ama
Seus Discípulos.

Ela Cospe
Em Cada Discípulo
E Assim Ensina
Como Se Deve
Caminhar
No Mais Árido
E Difícil
De Todos
Os Caminhos.

Inominável Ser
UM DISCÍPULO
DE LILITH
NESTE CAMINHO