segunda-feira, 21 de julho de 2008

Posai Para A Densa Pintura Dos Meus Desejos Pelo Teu Cu


É pequeno,

É pesado,

Sinto as torres que construo

Quando assim te fito,

Lilith,

De todas as dimensões

E de todas as expansões

Plausíveis em todos os ângulos

Das profundidades de Teu

Cu.


Ângulos tecendo

Visões de liberdades

Que se adiantam

Às Liberdades Dos Mundos...


Ângulos tecendo

Legiões de forças

Que se fazem

Forças Dos Mundos...


Âmgulos tecendo

Equilíbrios de templos

Que se tornam

Templos Dos Mundos...


Teu cu é

Liberdade,

Lilith,

Meu pau tece um ângulo reto

De adentramentos

Nele!


Teu cu é

Força,

Lilith,

Meu pau é um forte ângulo

Medindo as estocada que dou

Nele!


Teu cu é

Templo,

Lilith,

Meu pau ora pelas horas

Que dorme enterrado

Nele!


Tu posas para mim,

Eu sou um pintor,

O melhor pintor

Do Teu cu,

Essa homérica e onírica

Beleza de profundidades

Além das Razões Das Idades,

Eu vou pintando

Teu cu,

Sua maluca que vibra

Rebolando enquanto

Eu te pinto!


Maluca Lilith,

Tu posas,

Em frente a ateliês

Que se erguem

Com o cair do

Meu sangue,

Com o cair do

Meu esperma,

Flores negras e brancas

E vermelhas e cinzentas

Vão nascendo,

Eu pintando

Teu cu,

Teu cu

Me provocando!


Maluca Lilith,

Tu posas,

Vou pintando,

A tinta é uma coisinha

Que vai escorrendo

Por entre as pernas,

Uma coisinha líquida

Misto de minhas

Secreções secretas

E secreções aos Mundos

Abertas

Que também escorre

De tua face

Até seus pés,

É a tinta com a qual

Te pinto,

A tinta preferida

Cheia de intenções

Mui artísticas...


Artista...


É,

Artista,

Lilith,

Artista...


Artista pintando

Teu cu...


Artista eternizando

Em quadros

Teu cu...


Artista de um cu

Que É

O Maior Dos Cus Da Criação!


QUANTA ARTE,

QUANTA ARTE,

QUANTA ARTE,

QUANTA ARTE,

QUANTA ARTE,

QUANTA ARTE,

QUANTA ARTE,

QUANTA ARTE,

QUANTA ARTE!!!


Que cu artístico

É o teu,

Lilith...


Qualquer atriz pornô,

Tua Filha,

Jamais teria Teu

Cu!


Qualquer prostituta imunda

De rua

Ou de luxo,

Tua Filha,

Jamais teria Teu

Cu!


Qualquer mulher dos Mundos,

Tua Filha,

Jamais teria Teu

Cu!


Nem eu

Quero outros cus,

Quero apenas

O Teu cu,

Vampira Mãe

Minha!


A tinta nunca acaba...


Inominável Ser

PINTANDO

O CU ONISCIENTE

O CU ONIPOTENTE

O CU ONIPRESENTE

DE SUA

VAMPIRA MÃE

LILITH






Nenhum comentário: