terça-feira, 14 de outubro de 2008

A Reveladora Concha Da Tua Aberta Beleza


O Mar Das Trevas

Fica revoltado

Quando Teu Corpo

De Todos Os Trevosos Mares,

Marítima Lilith,

Não Repousa Em Suas

Ferventes Águas.


O Mar Das Luzes

Recebe-Te Como

A Mãe Primordial

Das Vestes Sacerdotais

Das Esferas,

Deuses Nus Banham-Se

Diante De Ti

Pelas Luzes Das Serras.


Oceanos Das Trevas

Fazem Nascer

Oceanos Das Luzes,

O Grande Mar Da Criação

Nasce Do

Grande Oceano Da Criação,

Teu Corpo É

Dos Mares Todos,

Teu Corpo É

Dos Oceanos Todos.


Tu Viestes

Da Reveladora Concha,

A Mesma Concha Reveladora

Aos Planos Da Criação

Das Deusas E Dos Deuses

Do Amor,

A Concha Amante

Das Fêmeas Maiores Da Criação,

A Tua Concha Amante,

Grande Fêmea Da Criação!


Eu Cresci

Diante De Tal

Concha!


Eu Fui Feito Homem

Em Tal

Concha!


Eu Fui Feito Mulher

Em Tal

Concha!


Eu Fui Feito Criança

Em Tal

Concha!


Eu Fui Feito Idoso

Em Tal

Concha!


Eu Fui Feito Cadáver

Em Tal

Concha!


Eu Fui Feito Vivente

Em Tal

Concha!


Maravilha Me Tornei,

Maravilha Tu És,

Ó Filha Do Sangue Ofertado

Pelos Mares E Oceanos

Da Criação

Nascidos Do Grande Oceano

E Do Grande Mar!


Maravilhosa Filha Banhada

Pelas Ondas Marítima

Do Espetáculo Das Águas

Da Criação,

Tua Beleza Equilibra

E Desequilibra

Todo Joelho Mais Forte

E Toda Vontade Mais

Poderosa!


Maravilhoso Mar

Do Deserto,

Maravilhoso Oceano

Do Deserto,

Tu Submerges

A Inocência Agreste

E Fazes Emergir

O Primitivo Silvestre

Da Existencial Verdade!


Maravilhosa Lilith,

Tua Vulva Banhada

Em Cristalinas Águas

Oferecidas Pelo Grande Mar

Agitam As Praias

Dos Que Se Oferecem

Ao Negro Nadar

Dos Mares E Dos Oceanos

Internamente Buscados

E Encontrados!


Maravilhosa Lilith,

Tua Vulva Me Envolve

Qual A Concha Reveladora

Do Meu Nadar

No Grande Oceano

E No Grande Mar,

Sabendo-Me Pequeno

E Sabendo-Me Gigante

Entre Os Teus Filhos

Todos Assim Também

Nadantes!


Maravilhosa Lilith,

Estrela Serpentina

Do Grande Mar,

Estrela Serpentina

Do Grande Oceano,

Revelado Da Concha

Do Meu Negro Oceano,

Revelado Da Concha

Do Meu Negro Mar,

Eu Estou A Ficar!


E Tu És A

Minha Senhora Das Águas,

As Negras Águas

Desta Minha

Negra Eterna Alma!


Inominável Ser

COMO

UM GRANDE PEIXE

NADANTE NA

CONCHA REVELADORA

DE LILITH









Nenhum comentário: