segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Quero-Te Nas Veias Do Leito Sangrento Do Teu Cu E Da Tua Buceta


Lilith,

o sangue do Teu

Cu

é um embriagante licor

dos ramos todos

das filiações

de Vampiros que se regem

pela busca perfeita

da mais sangrenta

foda anal

que lhes dê o prazer

de sangue de um cu

chupar!


Lilith,

o sangue da Tua

Buceta

é uma envenenante cachaça

de efeitos amplificantes

da endurecida rocha

entre as minhas pernas

que aponta sempre a cabeça

para o meio das Suas

pernas

que cada Vampiro almeja

entre as pernas

de suas Doadoras sangrando

para finalidade de sangue

de uma buceta

chupar!


Para as humanas,

Lilith,

eu quero dar

esse tipo de amor...


Esse tipo de amor...


Esse tipo,

tipo sonoramente rijo,

de amor...


O amor

do meu pau

arrancando o sangue

do cu delas!


O amor

do meu pau

arrancando o sangue

da buceta delas!


O amor

deste meu pau

que já arrancou

o sangue do Teu

Cu,

Lilith!


O amor

deste meu pau

que já arrancou

o sangue da Tua

Buceta,

Lilith!


O amor,

Apenas o amor

do meu pau,

não amo as humanas

além da cabeça

do meu pau

e de todos os nervos

que tocam-nas dentro

dos cus delas

e das bucetas delas!


Quero o sangue do

cu

delas,

apenas o sangue do

cu

delas,

Lilith Do Cu Sangrento

Mais Delicioso

Da Criação!


Quero o sangue da

buceta

delas,

apenas o sangue da

buceta

delas,

Lilith Da Buceta Sangrenta

Mais Deliciosa

Da Criação!


O cu das humanas

é apenas uma comida

e uma bebida de

efêmera roupagem!


A buceta das humanas

é apenas uma comida

e uma bebida

de efêmera roupagem!


Que mais pode haver

de Eterno Cu

do que o Vosso

Eterno Cu,

Lilith,

O Cu Do Sangue

Da Grande Mãe Do Deserto?


Que mais pode haver

de Eterna Buceta

do que a Vossa

Eterna Buceta,

A Buceta Do Sangue

Da Grande Serpente Do Deserto?


Quando Tu sangras

pelo Cu,

eu Te sugo o sangue

com O Alto Amor

Da Vampírica Raça

em meus inomináveis

lábios!


Quanto tu sangras

pela Buceta,

eu Te sugo o sangue

com o Alto Prazer

Da Vampírica Orbe

em meus inomináveis

lábios!


Quando sugo o sangue

do cu de uma humana,

quando sugo o sangue

da buceta de uma humana,

apenas me entrego ao momento

pensando em Ti,

Lilith,

ali no momento como ela,

ali no leito como ela,

mas rebaixar-te a condição

de um maldito lixo

de mulher humana

é ato insano

de minha parte...


Quero sempre e mais...


Sempre e mais

e apenas...


Sempre mais

o sangue

do Teu

Cu...


Sempre mais

o sangue

da Tua

Buceta...


Apenas e sempre

o sangue

do Teu

Cu...


Apenas e sempre

o sangue

da Tua

Buceta...


As humanas,

os cus das humanas,

as bucetas das humanas,

são como que as refeições

e bebidas

servidas em pés-sujos

de bairros mais sujos

ainda!


Teu Cu,

Tua Buceta,

Lilith,

são as refeições

e as bebidas principais

em um rico banquete

de uma cidade riquíssima

chamada

A Cidade Dos Vampiros

Sugadores Do Sangue

Do Cu E Do Sangue Da Buceta

De Lilith!


Agora,

vou sugar o sangue

do Teu

Cu

um pouquinho...


Agora,

vou sugar o sangue

da Tua

Buceta

um pouquinho...


O sangue do Teu

Cu

escorre bem...


O sangue da Tua

Buceta

escorre bem...


Nenhum cu de uma

humana,

Nenhuma buceta de uma

humana,

poderá me dar

um sangue tão,

tão,

tão,

tão...


Incognoscível!


Infinitamente Incognoscível!


Eternamente Incognoscível!


O Sangue Da Serpente!


O Sangue Do Cu Da Serpente!


O Sangue Da Buceta Da Serpente!


Sugo Em Teu Cu,

Lilith!


Sugo Em Tua Buceta,

Lilith!


Sugo Em Teu Cu,

Lilith!


Sugo Em Tua Buceta,

Lilith!


Sugo Em Teu Cu,

Lilith!


Sugo Em Tua Buceta,

Lilith!


Sugo Em Teu Cu,

Lilith!


Sugo Em Tua Buceta,

Lilith!


Sugo Em Teu Cu,

Lilith!


Sugo!

Sugo!


Sugo!


Sugo!


Sugo!


Sugo!


Sugo!


Sugo!


Sugo!


Inominável Ser

SUGANDO O SANGUE

DO CU

E

SUGANDO O SANGUE

DA BUCETA

DE LILITH







Nenhum comentário: