terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Meu Verbo A Inventar A Vastidão Maior Do Grande Mar


Sou A Oferecida Do Império Da Sexualidade.


Ofereço A Receita Da Refeição Primeira.


Sou A Oferecida Do Sexo Com Verbalidade.


Ofereço A Ronda Da Satisfação Primeira.


Sou A Oferecida Do Verbo Que Se Encarna Total.


Ofereço A Sina De Querer Ser Mais Do Que Carnal.


Humanas, Descubram Nas Minhas Palavras O Caminho Verbal Inicial.


Humanos, Descubram Nas Palavras Entre As Pernas Das Suas Mulheres O Conjugar Verbal Inicial.


Deitei No Caminho Cósmico Do Um E Ergui-Me Serpenteando Pelo Verbo Creador.


Creadora Me Fiz Com O Veneno Das Outras Estâncias Do Verdadeiro Amor.


Creadora Me Fiz Envenenando Os Caminhos Do Falso Amor.


Creadora Me Fiz Nos Palácios Carnais Das Vidas Em Sensual Torpor.


Creadora Me Faço Nos Palácios Carnais Do Agora Que Captam A Essência Do Verbo Que Eu Sou.


Creadora Me Faço Atingindo A Aurora Carnal De Cada Corpo Em Atos De Sexo E Em Atos De Amor.


Creadora Me Faço Operando A Cirurgia Maior Nas Humanas Carnes Que Não Sabem Do Meu Verbal Amor.


Meu Verbo É A Carne Primeira.


Meu Verbo É A Carne Una.


Meu Verbo É A Carne Das Ruas.


Meu Verbo É A Carne Das Estradas.


Meu Verbo É A Carne Dos Leitos.


Meu Verbo É A Carne Dos Inventores Dos Demais Verbos Carnais

Desta Humanidade E De Todas As Humanidades.


Meu Verbo Anseia Pelo Vosso Verbo.


Meu Verbo Pica O Vosso Verbo.


Meu Verbo Rasteja Pelo Vosso Verbo.


Meu Verbo Enrosca-Se Em Vosso Verbo.


Meu Verbo Seduz O Vosso Verbo.


Meu Verbo Conquista O Vosso Verbo.


Meu Verbo Contrai Matrimônio Com O Vosso Verbo.


Conjugo Vossa Carne, Humana.


Conjugo Vossa Carne, Humano.


Quando Juntos Estais Em Vossos Leitos, Eu Sou Vossos Corpos Que Se Tornam Um Corpo.


Quando Juntos Formam O Casal, Eu Sou O Casal Formado Em Um Mundo Pronto.


Mundo Pronto Que É O Do Verbo Carnal.


Mundo Pronto Que É O Do Verbo De Minha Vulva.


Mundo Pronto Que É O Do Verbo Que Conjuga A Vulva Do Meu Ser.


O Mundo Do Verbo Carnal Eu Sou.


O Verbo Do Mundo Carnal Eu Sou.


A Carne Do Mundo Verbal Eu Sou.


A Carne Do Verbo Dos Mundos Eu Sou.


Junte-Se À Minha Carne, Mulher, Na Carne Do Teu Homem.


Junte-Se À Minha Carne, Homem, Na Carne Da Tua Mulher.


Juntos, Somos Lilith.


Junto A Vós, Eu Sou Lilith.


Junto A Vós, Eu Sou A Humanidade.


Juntos, Nós Somos A Humanidade.


Inominável Ser

NA MESMA

CARNE

EM VERBO

LILITH









2 comentários:

João e Joana disse...

Adorei o poema!
Parabéns!
Blog interessante.
Abraço

Inominável Ser disse...

Agradeço-lhes o comentário e as palavras com relação ao conteúdo deste blog, João e Joana. Vocês são muito bem-vindos aqui, retornem quando quiserem!