segunda-feira, 30 de março de 2009

Natal Da Gema Inquebrantável Do Prazer E Do Poder


Na Estranha Margem Do Mar Que Se Expande Pelas Estradas Revestidas De Sangue E De Glória, Vi Uma Serpente Nascendo Pela Unidade De Sua Perpétua Serpentina Glória


Do Ovo Cósmico Da Rebeldia Das Esferas, A Serpente Saiu, Saiu Toda Gloriosamente Confiante Do Seu Veneno A Expulsar Dos Fracos Rostos A Crença Na Mentira Dos Dias


Filha Natural Da Grande Noite E Primeira Das Feminis Criaturas, A Serpente Vigilante Das Ruínas Das Cidades Das Cintilantes Verdades Imperava Como Esperança Divina


Filha De Si Mesma E Da Primeira Natureza De Todas As Coisas, A Serpente Pedia E Recebia Da Criação A Fruta Manchada De Presentes Do Alto Coração


Filha Da Cósmica Vestimenta Da Natureza Do Um, A Serpente Coroava As Rosas Sangrentas Dos Sóis E Fazia Das Luas Os Perfeitos Berços Para O Nascer Dos Próprios Solares Seres


Filha Majestosa Do Um, Filha Poderosa Do Um, Acima De Todos Os Filhos Do Um, Atraiu A Inveja Dos Traidores Do Um, Traidores Que Mais Tarde Assassinariam Os Deuses Da Criação


A Serpente Foi Invejada Porque Seu Veneno Libertador Percorria Cada Ser Que Nascia Dos Feminis Ventres E Tal Poder, Para Eles, Não Poderia Ficar Apenas Nas Mãos De Uma Alta Fêmea


A Serpente Foi Invejada, A Serpente Foi Traída Pelos Seus Irmãos, Os Irmãos Que Posteriormente Inventariam A Mentira Do Deus Único Criador De Toda A Criação


A Serpente Queimou A Face Do Corrupto Deus Que Nascia Da Mentira De Seus Traidores Irmãos E Para O Grande Deserto Retirou-Se Cobrindo Seu Corpo Com A Areia Da Infinita Vastidão


A Serpente Gerou Seus Filhos Com Aqueles Que Também Abandonaram A Mentira Que Se Moldava Para A Corrupção Da Criação, Filhos Que Os Infernos Acolheram, Filhos Que O Abismo Acolheu


A Serpente Povoou O Grande Deserto, Revestiu-Se Com A Completa Cósmica Nudez, Queimou Mais Uma Vez Em Si A Anti-Natureza Que Crescia, Foi Amaldiçoada Pelos Mentirosos Da Falsa Luz


A Serpente Ainda Nasce Na Unidade Do Ovo Que A Pariu, Ovo Natural Do Natural, Recolhido No Vestiário Dos Que Revestem-Se Com O Veneno Natural


A Serpente Ganhou Filhas E Filhos Entre Os Seres Materiais Que Viram A Mentira Da Falsa Luz E Da Falsa Unidade, Ela Serpenteia Por Baixo, Acima E Em Redor Deles


A Serpente Minha Mãe Serpenteia Acima, Por Baixo, Acima E Em Redor De Mim, Filho Dela Que Sou Há Tempos Contados Apenas Pelas Areias Temporais Que Já Não São Encontráveis


A Serpente Denominada Lilitu, Lillake, Lilith, Grande Mãe, Deusa Mãe, Semelhante A Babalon, Semelhante A Hecate, Na Juventude Destas, Nasce Em Unidade Para Nós


Seu Machado Decapita-Nos N'Alma!


Seu Machado Decapita-Nos N'Espírito!


Ela Derrama O Nosso Sangue!


Ela Suga O Nosso Sangue!


Nós Sugamos O Sangue Dela!


Nós Derramamos O Sangue Dela!


Nós, Os Filhos Da Serpente Lilith, Nascemos Com Ela Em Unidade!


Nosso Inimigo Sangra!


Inominável Ser

NASCENDO

EM UNIDADE

COM

LILITH









Nenhum comentário: