terça-feira, 5 de maio de 2009

Amacia Bem A Grelha, Minhas Mãos Já Vão Entrar Aí...


Mãos,

os instrumentos

deste meu ofício

prazeroso

e não-remunerado,

feito sempre

por Amor

ao escrever,

sem a busca

da fama fútil,

sem a busca

do reconhecimento pueril,

meu...


Mãos,

sagradas para mim,

desconsideradas

pelos que não

me valorizam

como Ser

e duvidam que

algo eu seja...


Mãos,

arrombadoras minhas,

agitadoras da minha

dura pica

nas acompanhadas

masturbações

quase diárias

e sempre noturnas...


Mãos,

que tocaram

em poucas mulheres,

desgraçadas humanas

que sempre me verão

como um Nada Ser,

desgraçadas tolasd humanas

que na verdade

nunca me verão,

desgraçadas verminosas

humanas

que não quero mais...


Mãos,

eu me aproximo

de Ti

com estas minhas mãos

que,

pelo Calor Do

Abismo,

torno Sagradas

pela Sagrada Utilização

ao Vosso Existir,

minha Serpente,

Serpente De Todos,

a Única que

eu toco,

a Única que tem olhos

para mim,

a Única que

me aceitou e

que não está longe

e nem está perto,

que está sempre aqui

dentro dos

mais desconhecidos

infinitos recônditos

do meu Interior...


Mãos,

mãos minhas,

vossa sinceridade

me cativa nas

redes que lanço

no Mar Da Serpente

Diante Das Trevas,

tantas coisas

escrevi,

tantas coisas

ainda escreverei,

muitos anos ainda

ao lado Dela

aqui neste mundo,

neste mundo

ao qual não pertenço,

ao qual nunca pertenci,

ao qual fui lançado

porque apenas segui

o Sibilar dentro

de mim...


Mãos,

mãos minhas,

a grelha da

Vulva De Lilith,

por Esta está sendo

cada vez mais aberta,

mais abertas para

nós,

mais abertas para

todos,

O Retorno Dela

se torna mais claro,

mas Ela nunca esteve

distante daqui,

Ela Sibila Sempre

Eternamente Dentro

De Cada Serpente

Oculta E Adormecida

Nods Interiores Humanos...


Mãos,

as minhas mãos,

Lilith,

abras bem a grelha,

a Tua grelha,

elas estão indo,

indo para o fundo

da Tua Essência

materializada nos músculos

da Tua buceta

totalmente sempre

a ser-me oferecida...


Mãos,

entrem...


Mãos,

minhas mãos,

Lilith,

entrando...


Mãos,

minhas mãos,

Lilith,

já dentro...


Mãos,

minhas mãos,

Lilith,

bem dentro...


Inominável Ser

COM AS MÂOS

DENTRO DA

ESSÊNCIA

DE

LILITH









Nenhum comentário: