terça-feira, 19 de maio de 2009

Orientai-Me, Paredes De Um Alegre Cu!


Ganho de energias,

a fluidez do fluxo

segue seu rumo,

mais uma Visão,

mais uma foda

em uma Visão,

bom

bom

bom,

isso é mui

bom...

Sugo cada gota

do esperma,

sugo cada gota

do suor,

Vejo a porra

que desce,

Vejo o suor

que escorre

das paredes do cu

da vagabunda

que arrebita

os quadris

mui quentes...

As paredes

do cu

dela

podem me orientar...

Orientai-me,

paredes do cu

de uma

vagabunda safada!

Orientai-me!

Orientai-me!

Orientai-me!

Orientai-me!

Orientai-me!

Orientai-me!

Orientai-me,

porra...

Orientai-me,

merda...

Orientai-me,

caralho...

Lilith,

essa pica que

Vejo,

as paredes do cu

que

Vejo,

são as trilhas

da mais sã

filosofia que fode

a represa dos

rios inconscientes

da Energia que vem

da terra...

Oh,

como eu sei

da Energia

nas paredes de

cus

que Vejo!

Oh,

como eu sei

da Energia

endurecendo as picas

que Vejo!

Oh,

como meu cu

sente

A Energia!

Oh,

como minha pica

sente

A Energia!

Oh,

como sinto

A Energia

vibrando no cu

dela!

Oh,

como sinto

A Energia

vibrando na pica

dele!

E as paredes...

E as paredes...

E as paredes...

E as paredes

do cu dela,

Lilith,

grandes orientações

por caminhos

que me reduzem

a um sátiro

e me elevam

à condição de um

Príapo

nem tão bem-dotado,

mas dono

de uma carnal fome

digna do

Deus Possuidor

Do Maior

Dos Caralhos...


Inominável Ser

ORIENTADO PELAS

PAREDES

DE UM ALEGRE CU

PERTENCENTE A

LILITH









Nenhum comentário: