terça-feira, 16 de junho de 2009

A Esperança Dos Meus Abertos Ocultos Olhos


Esperanças Tomam Rumos Em Minha Pele.


Esperanças Formam Mundos Em Meus Cabelos.


Esperanças Do Grande Deserto.


Esperanças Do Grande Espectro.


Esperanças Da Grande Luz.


Esperanças Da Grande Sombra.


Sou Esperançosa Do Envenenar-Vos Com A Sabedoria Da Taça De Sangue Das Víboras Que De Mim Nascem.


Esperanças Sagradas De Serpente.


Esperanças Sagradas Da Serpente.


Esperanças Da Serpente Que Eu Sou Em Vós Presente.


Para Onde Vou Além Da Onda Do Interno Mar Vosso?


De Onde Sou Além De Ser Nativa De Vosso Interno Lar?


Criem Esperanças.


Amamentem Esperanças.


Recriem Esperanças.


Dêem Vidas Às Vossas Esperanças.


De Todas As Mães, Eu Sou A Mais Carinhosa, Eu Sou A Mãe Primeira, Eu Sou A Mãe Vitoriosa, Erguida E Nunca Derrubada.


De Todas As Mães, Eu Sou A Mais Esperança, Vós Que Sois Meus Filhos, Me Afirmando Ou Me Negando, Dão-Me Esperanças De Vitória Diante Da Anti-Natureza Inglória.


Não Vacilem.


As Esperanças Minhas Serpenteiam Em Vós Todos.


Não Silenciem.


As Esperanças Minhas Falam Em Vós Todos.


Não Fujam.


As Esperanças Minhas Chegam A Vós Todos.


Sou A Febre Esperançosa.


Sou O Câncer Esperançoso.


Sou A Altitude Esperançoso.


Sou O Esperançoso Almoço.


Sou O Esperançoso Jantar.


Sou A Primeira De Todos A Ter A Esperança, A Primeira Das Mães Esperançosas Da Crescente Evolução De Sua Prole.


Não Digam Que Não Existo!


Digam Que Eu Não Existo!


Não Finjam Que Me Conhecem!


Não Finjam Que Não Me Conhecem!


Não Zombem De Mim!


Zombem De Mim!


Não Me Neguem!


Me Neguem!


Não Me Xinguem!


Me Xinguem!


Não Me Matem!


Me Matem!


Não Me Esqueçam!


Me Esqueçam!


Não Me Evoquem!


Me Evoquem!


Não Me Invoquem!


Me Invoquem!


Não Me Atormentem!


Me Atormentem!


Não Me Esqueçam!


Me Esqueçam!


E Eu, Lilith, Ainda Continuarei Esperança Em Vossa Última E Primeira Verdadeira Glória!


Inominável Ser

A ESPERANÇA

LILITH









4 comentários:

Lua Erótica disse...

O título é excelente e acende a curiosidade do leitor. O poema li e amei, com tanta antítese e tanto para reflectir!

Beijo doce

Anjo vermelho disse...

NOssa.. foi mais que... noosa nao axei um apalavra pra expressar!!

simplismente parabens!!

Poetíssima disse...

Um Ser Inominável de muitas faces...

Inominavelmente belo..

Parabéns Multi Ser Inominável!

Grata pelas visitas..

Inominável Ser disse...

Agradeço-lhes, Poetíssima, Lua Erótica e Anjo Vermelho pelos comentários aqui postados na Vulva, vossos dedos aqui pousaram com uma propriedade inominavelmente apreciável...