segunda-feira, 15 de junho de 2009

Eu A Quero Enquanto Me Corto


Desço nu pelas escadas de uma

casa desesperada,

cortando os meus pés

em cacos de vidros

das janelas ontem

quebradas,

estou fascinado por esta

loucura sagrada,

estou desejado por Ti

nesta recente

alvorada...


Quem

dera

quem

dera

quem

dera

erguer uma escada

e do alto dela

Te chupar o cu

enquanto tu voas

pelos céus de mundos

que estão próximos

dos elementos que se

tornam facas...


As

facas

as

facas

as

facas

estão caindo

em minha pele,

Lilith,

vou me cortando,

deixando cada uma

me cortar,

meu sangue deixo cair

em Teu corpo

de Deusa Milenar,

meu sangue Tu podes

sugar

com Teus Lábios de

Musa Exemplar...


A

cabeça

a

cabeça

a

cabeça

da minha pica

corto com um pedaço

de vidro quebrado

que cai à esquerda

do meu rabo,

minha pica sangra,

minhas mãos colhem

o sangue,

me deixa,

Lilith,

passar minhas mãos

assim ensanguentadas

em Teus Lábios

assim tão amigos amantes

de cada mão

nos mundos

ensanguentada...


Assim

lambe

assim

lambe

assim

lambe

o sangue da minha

mão esquerda,

meu caminho,

todos os meus caminhos,

à esquerda,

eu tenho orgasmos

ao toque de Vossa língua,

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

picadas

na palma de minha

mão esquerda...


Meus

joelhos

meus

joelhos

meus

joelhos

eu corto com outro

caco de vidro

perto do meu

rabo,

ajoelhe-se,

Lilith,

sugues o sangue

de meus joelhos,

sugues ajoelhada

meu sangue

enquanto eu ficarei

a acariciar

os Vossos cabelos,

suga ajoelhada,

roço meu pau

em Vossos cabelos,

roço

roço

roço

assim

assim

assim...


Ah

joelhos

ah

joelhos

ah

joelhos,

Tu picas

meus joelhos,

estou sentindo

Vosso veneno subindo

até minha garganta,

eu quero gritar,

eu vou gritar,

EU ESTOU

GRITANDO,

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

NÃO PARE

DE ME SUGAR

TODO,

DE ME SUGAR

ATÉ ME MATAR,

EU VOU ME

CORTAR

PELO CORPO TODO,

NÃO PARE

DE ME SUGAR

ATÉ QUE EU ESTEJA

REALMENTE

MORTO!!!


E o meu último gozo

vai cair aos Vossos pés,

Lilith,

ao solo negro de um puteiro

no qual brotará uma

rosa negra que revelará

o meu Verdadeiro Nome

a uma puta filha Vossa

de cujas tetas sairá

o leite que amamentará

um milhão e meio

de mulheres

e um milhão e dois meios

de homens...


Inominável Ser

SE CORTANDO

ATÉ MORRER

TODO SUGADO

POR

LILITH








Nenhum comentário: