quarta-feira, 15 de julho de 2009

Estendida Na Poesia Dos Negros Lençóis De Seda


fala

Demônio

ao lado meu

fala

Dela


fala

Demônio

Daquela Serpente

ali deitada

com as pernas lisas


fala

Demônio De Lilith

da Vossa Mãe Lilith

também minha

Mãe Amada


fala

Dela

fala

Dela

fala


sinto o odor

da Vulva Dela

junto com o odor

das axilas Dela

junto com o odor


dos cabelos Dela

junto com o odor

dos seios Dela

junto com o odor

dos pés Dela


junto com o odor

dos lábios Dela

junto com o odor

das coxas Dela

junto com o odor


de uma Senhora

que se esparrama

resolutamente puta

acima de lençóis

de negra seda


sintamos

Demônio

os odores de nossa

Mãe Lilith

deitada ali


ali deitada

onde se deitaram

todos os amantes

que Ela tem

pelas Humanidades


ali deitada

onde até Jesus de Nazaré

se deitou

para meter o celeste pau

dentro do cu Dela


ali deitada

onde Tu

Demônio Meu Da Guarda

meteu bem dentro

do cu Dela


ali deitada

meu querido Demônio

onde eu

meti muito bem dentro

do cu Dela


vejas

Demônio

Ela nos chama

nos chama

adormecendo


ouças

Demônio

Ela nos vê

nos vê

despertando


toques

Demônio

Ela nos silencia

nos convocando

agora


vamos

Demônio

nós dois com Ela

um ménage delicioso

com uma serpente foda


nós dois

com Ela

Demônio

naqueles negros lençóis

de seda


negros odores

negros sentidos

negros afirmativos rumos

de nossas consciências

dentro do corpo Dela


Ela cheira

Ela atrai

Ela nos arremessa

em direção ao

fundo Dela


Ela nos cheira

Ela nos faz atraentes

Ela chama as

Bacantes De Tit Aisoun

para a suruba


Ela continua ali deitada

Ela quer ficar ali deitada

e nos chamou apenas

para que as Bacantes

nos devorassem


Deixemos

Demônio

Bacantes nos devorarem

nossos ossos ficarão deitados

ao lado de Lilith


Deixemos

Demônio

as Bacantes arrancarem

os nossos ossos

para Lilith


Deixemos

Demônio

Lilith quer-nos perto Dela

e nossos ossos não sairão

daqueles negros lençóis


Inominável Ser

NAQUELES

NEGROS LENÇÓIS

COM O SEU

DEMÔNIO DA GUARDA

EM OSSOS

PARA LILITH








Nenhum comentário: