segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Sou A Filha Sem Medo De Todas As Guerras Travadas No Grande Mar


Meu Corpo Beijado

Pelo Grande Mar

Brilha Na

Primeira Luz

Do Coração.


Saibam

Ouvir

Os

Vossos

Corações.


As Ondas

Do

Grande Mar

Banham

Os Corações.


Guerreiras,

Guerreiros,

Ouvem Agora

As Ondas

Do Grande Mar?


Guerreiras,

Guerreiros,

Ouçam Agora

As Ondas

Do Grande Mar...


Como Eu,

A Serpente

Do Grande Mar,

Molhem-Se Nas

Águas Da Grande Praia.


Como Eu,

A Serpente

Do Grande Mar,

Abracem A Luz

Que É A Luz Primeira.


Como Eu,

A Serpente

Do Grande Mar,

Nadem Nas Correntezas

Em Suas Certezas.


As Certezas

Dos Fortes

E Dos Bravos

Que Não

Se Afogam.


As Certezas

Dos Destemidos

E Impetuosos

Que Sabem

Nadar.


As Certezas

Dos Solitários

Que Sabem Ser

Silenciosos Criadores

De Seus Grandes Mares.


Nas Vossas

Solidões,

Sintam-Me Nadar

Em Vossos

Interiores Mares.


Nas Marés

De Vossos

Interiores Mares,

Sintam-Me Nua

Nas Milenares Areias.


Nas Milenares Areias

De Vossas Imortais Almas

Em Atemporais Ondas,

Transformem-Se Em

Serpentes De Vossos Mares.


Nadem

E

Nadem

E

Nadem

E


Nadem

E

Nadem

E

Nadem

E


Nadem

E

Nadem

E

Nadem

E


Tenham Plena Certeza

De Que As Vossas

Internas Liliths

São Vossas Mais Seguras

Correntezas!


Assim Nada Lilith,

Esta Que Aqui Fala

Na Poesia Das Ondas

De Vossas

Internas Águas.


Inominável Ser

ASSIM

SENDO

LILITH

A NADAR









3 comentários:

El Brujo disse...

Sabe que Lilith exerce uma força sobre mim, uma energia mágica...
Essa filha sem medo é uma deusa, das águas e do Rio!

HNETO disse...

Nadar
nadar
e
penetrar
em
qualquer
ilha

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ® disse...

Lilith teu poema e uma canção que fala de passaros dançando na minha mente, e teu nadem . . .nadem . .nadem . . sublime,lagrimas me passaram o rosto, mas de felicidade e prazer obrigado, beijos !!!