segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Melodia De Tua Carne Em Envoltura


Longe muito tempo,

Lilith,

longe de Ti,

minha puta,

minha safada,

minha piranha,

minha vadia,

minha vagabunda,

minha cadela,

minha prostituta,

suja,

nojenta,

adorável,

sagrada,

profana,

corrupta,

corruptora,

estranha,

desconhecida,

conhecida,

amiga,

infinita,

misteriosa,

indecifrável,

Decifrável,

Revelada...


Revelada como

A Deusa De Todas

As Putas!


Revelada como

A Deusa De Todas

As Safadas!


Revelada como

A Deusa De Todas

As Piranhas!


Revelada como

A Deusa De Todas

As Vadias!


Revelada como

A Deusa De Todas

As Vagabundas!


Revelada como

A Deusa De Todas

As Cadelas!


Revelada como

A Deusa De Todas

As Prostitutas!


Deusa Lilith!


Fodamos!


Deusa Lilith!


Fodamos!


Deusa Lilith!


Fodamos!


Deusa Lilith!


Fodamos!


Deusa Lilith!


Fodamos,

tenho saudades,

estou solitário,

rico em desejos

mais que solidários

para com a

Ciência Da Carne,

A Carne,

A Deusa Carne,

que me irrealiza

neste mundo selvagem

onde não encontro mais

a minha

Serpentina Mulher,

Mulher está que distante

de minhas escamas

está...


Fodamos,

eu preciso,

eu quero,

eu estou pedindo,

eu estou

IMPLORANDO!!!


Fodamos,

Lilith,

vem,

eu quero,

eu quero,

eu quero,

eu quero,

eu quero,

eu quero,

eu quero,

eu quero,

eu quero...


Quero,

Lilith...


A Lua Negra

canta no

firmamento...


Quero,

Lilith...


A Lua Negra

encanta a música

do meu firmamento...


Quero,

Lilith...


A Lua Negra

é a nota precisa

da musicalidade

de meu firmamento...


Quero,

Lilith...


A Lua Negra,

silenciosa companheira

de minhas agruras

nas noites mudas

e surdas,

entoa um cântico

que dança em meu

firmamento...


Quero,

Lilith...


A Lua Negra

canta e dança...


Quero,

Lilith...


A Lua Negra

vem em meu favor

enxugar-me as

silenciosas lágrimas

de minha solitária

alma...


Quero,

Lilith...


Lua Negra,

ETERNUM VERBUS...


Quero,

Lilith...


Lua Negra,

IMPERATUR CORPUS...


Quero,

Lilith...


Lua Negra,

LUX FATUM...


Inominável Ser

MELODICAMENTE

ENVOLVENDO

LILITH







Nenhum comentário: