sábado, 23 de outubro de 2010

Dentro Do Meu Envenenar...

Serpents - Erik Jones

Laços De Obras

De Sangue

Foram Erguidos

Às Alturas.

Quem Pode

Mais Do Que Eu

Saber Do Sangue

Cadente Das Alturas?

Esfinge,

O Problema,

A Solução:

Responda Sibilante...

Esfinge Das Eras,

Gigante Tenebroso

Entre As Tenebrosas

Feras...

Esfinge Das Areias

Que Aos Meus Pés

Ardem

E Medem...

Medidos São

Os Meus Infindos

Profundos Domínios

Intrigantes...

Sou A Esfinge,

Sou O Enigma,

Sou O Mistério,

Sou A Solução...

Quem Me Encontra

Sempre

E Não Me Tem

Como Amante?

Quem Me Coroa

Sempre

E Não Me Tem

Como Puta?

Quem Me Come

Sempre

E Não Me Suporta

Nos Braços?

Quem,

Mais Do Que Eu,

Lilith,

Para Ser O Maior

De Todos

Os

Múltiplos Infinitos

Presentes?

Arregacem As

Mangas,

Trabalhem,

Meus Filhos!

Abram As

Pernas,

Trabalhem,

Minhas Filhas!

Cada Viril

Braço

É

Minha Escama!

Cada Buceta

Arreganhada

É

Meu Veneno!

Introduzam-Se

Em Meu Império

Sugando-Me

Na Hora Envenenada!

Rastejem

Em Meu Palácio

Fodendo

A Hora Da Alvorada!

Fodam,

Serpentinas Crianças,

Sou Vossa Mãe

Permissiva,

Devassa,

Cadela,

Vagabunda,

Arreganhada!

Que O Odor

Da Minha Buceta

Estremeça A Origem

Das Fortalezas

Do Antigo Poder

Que Rasteja

Entre As Humanas

Carnes

Que Eu Beijo

Durante O Amor

Que Incendeia

As Camas!

Mi'irae

gasea

intr'a

maie!

Mae'ioap

pasur

inhg'a

laed!

Male'op

apeos

kaisj'a

alsp!

Imitem

Meu Sibilar

E Rastejem

Almejando

Me Alcançar!

Me Alcançar!

Me Alcançar!

Me Alcançar!

Me Alcançar!

Me Alcançar!

Me Alcançar!

Me Alcançar!

Me Alcançar!

Me Alcançar!

A Essência

De Minha Verdade

É O Alcance

De Minha Cidade!

Quem Não Quer

Residir

Nas Moradas

De Minha Cidade?

Inominável Ser

A PREFEITA

LILITH

Technorati Marcas:

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Alimente-Me Com A Saliva Tua Banhando Minha Pica Dura

 

Stella - Erik Jones

 

Gênio Das Trevas,

Das Luzes,

Dos Fogos

E Dos Mundos,

largues um pouco

Teu cetro,

me chame

em Vosso Grande

Deserto,

fica ajoelhada,

eu abaixo

minha bermuda

ou calça,

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

Gênio Das Carnes,

Gênio Dos Ossos,

Gênio Dos Corações,

este é um

pedido meu,

pedido de Filho

por uma

boquetada da Mãe,

Mãe Senhora

do maior boquete

de toda Criação,

Mãe Senhora

da saliva

mais alimentadora

de toda Criação!

Ó,

Lilith,

Gênio Da Sexual

Perturbação,

Gênio Da Sexual

Inspiração,

Gênio Da Sexual

Libertação,

uma boquetada,

duas boquetadas,

três boquetadas,

quatro boquetadas,

cinco boquetadas,

seis boquetadas,

sete boquetadas,

oito boquetadas,

nove boquetadas,

seria pedir

demais

nove vezes nove

boquetadas?

Gênio,

Gênio,

Gênio,

Da Cópula

Das Harmonias,

saliva,

saliva na minha

dura pica,

potência máxima

para mim,

por favor,

a máxima erecção

para mim,

no momento

de cada boquetada

expelir o leite

que Te agrada...

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

me chupa

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

Preciso pedir-Lhe

muito?

Inominável Ser

PEDINDO

PELA SALIVA

DE

LILITH

Technorati Marcas:

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Adoro A Vossa Cínica Sedução Sedosa

 

SKY - Erik Jones

 

Vossa Sedução...

Sentença?

Centelha?

Razão?

Qual a opção

que posso escolher

dentro dos

serpentinos vales

desérticos

de meu serpentino

coração?

Sei que,

apenas,

não vou me cansar

de ser seduzido

e arrancado

do caminho errôneo

por Ti,

a Ùnica

com quem eu

posso contar

nas horas das dores

de meu cu

fora do cagar.

Estou sendo

seduzido

sempre,

sempre sentindo,

Lilith,

o sibilar que

Te anuncia

próximo aos meus

ouvidos

de

bardo

fácil,

bardo

fatal,

bardo

frondosamente

fácil

de ser conquistado...

Como ouço,

Lilith,

Vosso Sibilar?

Como estou ouvindo,

Lilith,

agora,

Vosso Sibilar?

Há uma sereia

cantando,

seduzindo as vertigens

de meus delírios

em vigília,

delírios ensanguentados

em meu sono

de cruel caçador

de assombrosos prazeres

nos Vales Abismais...

Tal sereia

é mui bela princesa

de um perigoso reino

para os incautos

e inocentes mantenedores

de suas crianças

interiores...

Tal princesa

sibilante e perigosa,

mais perigosa do que

todo Reino e Império

Inferiores,

faz de mim um

senhor absoluto

de buscas por

Ela...

Tal Serpente,

sereia,

princesa

e o que mais

de denominável

para Sua Existência,

assim vem

sendo,

assim está sempre

sendo,

assim estará sempre

sendo,

ouvida

ouvida

ouvida

ouvida

ouvida

ouvida

ouvida

ouvida

ouvida

por mim

seduzido

acorrentado

eternamente

a Ela...

Ela...

Tu...

Ela...

Tu...

Tu,

Sereia...

Tu,

Princesa...

Tu,

Serpentina

Sereia...

Tu,

Serpentina

Princesa...

Tu...

Tu...

Tu..

Tu,

Lilith,

Sereia,

Princesa,

Eterna Sedutora

De Minha

Eterna Alma!

Inominável Ser

ETERNO SEDUZIDO

PELA

ETERNA SEDUTORA

LILITH

Technorati Marcas:

Oculte-Se Aos Profanos Olhos Impuros Morais, Santa Lilith

 

Lydia - Erik Jones

 

 

Diga não,

Lilith,

mesmo querendo

dizer

SIM,

mesmo sendo

um

SIM,

para os que

se envergonham

de Vossa Imagem.

Mas,

como Sei,

a Senhora

não obedece,

a Senhora

surge diante

dos corrompidos

pelas religiões

inimigas da

carnalidade.

Sei que a Senhora

dá uma chupada

no padre,

na madre,

no muçulmano ortodoxo,

no judeu ortodoxo,

no umbandista

que faz cu doce,

no candomblecista

que faz cu doce,

em todo vermezinho

oferecido

ao enterro

na moralidade.

Mas,

Ocultes

Tudo

Vosso,

Lilith,

profanos não devem

Ler

As Serpentinas Escritas

Do Véu

Do Grande Deserto,

a loucura despida

de toda classificação

seria o castigo

para todo aquele

que,

mesmo Te

desprezando,

tenha,

pelo menos,

uma linha lida

de Vosso

Sagrado Livro

De Verdades Carnais

Ocultas...

A Senhora agora

está rindo,

lambendo minha nuca

com Vossa língua

abrasadora de

cus,

bucetas

e picas...

Tudo bem,

confesso que

nada pode controlá-La,

seus risos agora

confirmam

que estou

na versificação Vossa

errada...

Então,

Senhora Lilith,

mostre-se aos

que moralmente

hipócritas

tratam a carne

como lixo,

enlouqueças cada um

deles

com Vosso veneno,

bem impiedosa,

bem maldosa,

bem maliciosa,

bem incontida

e bem saborosa...

Você aí,

crente na porra

de um Deus Único:

achas que podes

escapar

de Lilith?

Ouça a risada

Dela,

agora,

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

Ela não me

ouve,

Ela a ninguém

ouve,

a ti Ela se

mostra,

seja forte

para não

enlouquecer,

mas,

se enlouquecer,

sentirá um prazer

que nenhum

homem

ou mulher

poderá te dar...

 

Inominável Ser

QUASE SÃO

LENDO

LILITH

 

 

Technorati Marcas:

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Despindo-Se, Relíquia Feminil De Eterníssima Idade...

 

Cary - Erik Jones

Os Anciães Do Sangue

Contam De Vossa

Nudez,

Esplendorosa Lilith,

No Raiar Da Luciferina

Manhã

De Glórias.

Lúcifer Te Ama,

Oferecendo-Se

Junto Com

Satan,

Belial

E Leviathan

A Quinta Coroa

Dos Abismos Infernais.

Entre Eles,

Os Quatro Reis Coroados

Dos Infernos,

Tu És

Onipotente,

Onisciente

E

Onipresente.

Para Todos Os

Filhos

De Vosso Sibilar,

Pelas Manhãs

Das Noturnas Estâncias

Do Véu Tumular,

Tu És

Onipotente,

Onisciente

E

Onipresente.

Tu És

A Deusa,

A Venerada

Nos Bosques,

A Venerada

Nos Desertos,

A Venerada

Nos Lagos,

A Venerada

Nos Rios,

A Venerada

Nas Montanhas,

A Venerada

Nas Encruzilhadas,

A Venerada

Nos Prostíbulos.

Sangue Escorre

De Todas As

Guerras Entre

A Carne E A Carne

Para Alimentá-la,

Lilith.

Sangue Escorre

Desde O Da

Mulher Menstruada

Ao Homem

Que Se Masturba

E,

De Tanto Se Masturbar,

Sangra

E Te Oferece

O Rubro Líquido

Que Doloroso

Cai.

Sangue,

Lilith,

Nós,

Vampiros,

Vossos Filhos

Queridos,

Vossos Filhos

Amantíssimos,

Daremos Eternamente

A Ti

O Vosso Sangue

Diante Da Tua

Nudez Revelada.

Nós,

Vampiros,

Sussurramos

Vosso Nome

Na Penumbra Rastejante

Pelo Vale Da Serpente

Que Tu És

Governante E Sedutora

Como Imperatriz

Acima De Toda

Coroa.

Nós,

Vampiros,

Vemos Sempre

O Vosso Despir-Se,

Tua Nudez

É O Kosmos

Todo Em Forma

De Uma Vulva

Que Se Abre

Aos Nossos Dentes.

Dispa-Se,

Imperatriz

Lilith,

Dispa-Se!

Dispa-Se,

Senhora

Lilith,

Dispa-Se!

Dispa-Se,

Macabra

Lilith,

Dispa-Se!

Dispa-Se,

Sanguinária

Lilith,

Dispa-Se!

Dispa-Se,

Diamantina

Lilith,

Dispa-Se!

Dispa-Se,

Luciférica

Lilith,

Dispa-Se!

Dispa-Se,

Sábia

Lilith,

Dispa-Se!

Dispa-Se,

Deusa

Lilith,

Dispa-Se!

Dispa-Se,

Mãe Maior

Criadora

Do Céu E Da Terra

Dos

Verdadeiramente

Imortais

Lilith,

Dispa-Se!

Nós,

Vampiros,

Nos Despimos

Diante De Vossa

Alta Libertina

Nudez

Inspiradora

Da Tempestade

Que Violenta

A Ordem De Todas

As Coisas!

Inominável Ser

NU

DIANTE

DA NUDEZ

DE

LILITH

 

Technorati Marcas:

Serpentina Medusa, Me Dilacere, Me Dilacere, Me Dilacere!

 

Medusa - Erik Jones 

 

Dilacere...

Dilacere...

Me Dilacere!

Vossos cabelos,

Vossos tentáculos,

me arrastando,

me consumindo...

Me Dilacere!

Vossos olhos,

Vossa boca,

as serpentes em Ti

me arruinando,

me dando prazeres

caóticos anormais...

Me Dilacere!

Lilith,

Medusa,

me transforme no

trapo preferível

do Vosso Palácio,

chute-me,

bata em meu

coração,

coma meu

coração,

eu gosto,

eu quero,

eu muito quero...

Me Dilacere!

Medusa,

Lilith,

que a minha pica,

com o olhar

de Vosso cu,

transforme-se em

uma pedra,

perfurante pedra,

indo bem fundo,

chegando

ao vosso útero,

crescendo mais,

crescendo mais,

crescendo mais...

Me Dilacere!

Lilith,

Medusa,

que dentro de Ti

minha pica

cresça mais,

chegue aos

Vossos pulmões,

perfure o

Vosso coração,

saia pela Tua

boca

e um misto de

sangue

e esperma

seja jorrado

nas faces dos

vermes inúteis

da religiosidade

e da moralidade

que Te negam

como A Mãe

do cu de cada

um deles...

Me Dilacere!

Medusa Lilith,

me transforme

assim,

em um escravo,

em uma chama,

em uma lama,

ressuscitando-me

a cada orgasmo

na penetração

que repouse

na maior busca

por um prazer

que não erre

seu alvo...

Me Dilacere!

Me Dilacere!

Me Dilacere!

Medusa Lilith,

um espelho

para nós...

Me Dilacere!

Me Dilacere!

Me Dilacere!

Medusa Lilith,

reflita-me

no espelho...

Me Dilacere!

Me Dilacere!

Me Dilacere!

Medusa Lilith,

reflita no espelho

a dilaceração

d'alma minha

através do saciar

da fome

de infinitas serpentes

que me reerguam

da Foz Da Temeridade

E Da Impotência

Existenciais!

Me Dilacere!

Me Dilacere!

Me Dilacere!

Inominável Ser

PEDINDO

PARA SER

DILACERADO

PELA MEDUSA

LILITH

 

Technorati Marcas:

Quero Acompanhá-la Neste Jogo De Vibrar

 

Sawsha - Erik Jones 

 

Eu viajo em uma nuvem de

sonetos redondos,

emoldurando uma visão

tão tipicamente

estrita

ao poder do sonho

entre as Suas

pernas.

Não há em Ti gelo,

nem o cansaço

permitindo-se voraz

nos lençóis alvos.

Não há em Ti distância,

nem a estância

do reto descalabro

das semelhanças.

Sou tão feliz

neste Jogo,

Lilith,

tão feliz quanto

eu posso ser,

inovando meus ritos

em honra à Vossa

esperançosa universalidade

entre as pernas.

Cito sonhos,

citas e armênios

aos Vossos pés,

druidas e aiatolás

lambendo-Lhe os pés,

santos e pecadores

venerando-Lhe os pés...

História,

A História,

conta o Vosso

Jogo...

A História,

desde os primeiros

estremecimentos de uma

foda

às fodas que agora

estão ocorrendo

em cada

lugar do mundo,

é cúmplice

de Vosso Jogo...

Há sempre uma buceta

quente,

O Jogo oferece

seus campos...

Há sempre uma pica

quente,

O Jogo oferece

seus antros...

Há sempre um cu

quente,

O Jogo oferece

seus meandros...

Eu Jogo,

Lilith,

eu Sei

Jogar,

eu Sou

parte do

Jogo,

Vosso Jogo

Eterno,

Vosso Jogo

Interno,

Vosso Jogo

Universal!

Sozinho com a minha

pica

ou com a língua

dentro de uma buceta,

estou fazendo parte

de Vosso

Jogo

para todos os

mortais

e

imortais!

E,

a cada Jogada,

aposto sempre

em Ti,

minha dedadora atroz

imunda maravilhosa

perfeita meretriz!

Vibra,

Serpente...

Vibra,

Serpente...

Vibra,

Serpente...

Vibra,

Serpente...

Vibra,

Serpente...

Vibra,

Serpente...

Vibra,

Serpente...

Vibra,

Serpente...

Vibra,

Serpente...

Inominável Ser

REALIZANDO

A ESTRATÉGIA

DO JOGO DE

LILITH

 

Technorati Marcas:

domingo, 10 de outubro de 2010

No Abundante Dos Meus Mistérios Está A Revelação Do Verdadeiro Cósmico Império

Infiniti 7

Abundante Sereia

Que Eu Sou

Canto Navegante

No Cósmico

Mar


Abundante Fênix

Que Eu Sou

Incinero-Me

No Fogo Cósmico

E Renasço

Nas Cinzas Das Estrelas


Abundante Cortesã

Que Eu Sou

Ofereço-Me Aos Geradores

Dos Mundos

E Sou Mãe

De Filhos Que Sempre

Dizem Alto Amor

Aos Olhos Dos

Mundos


Abundante Nascimento

Que Eu Sou

Assassino A Fraqueza

Da Irrealidade

E Guerreio Destemida

Pela Paixão

E Pelo Amor

Da Grande Unidade


Abundante Natureza

Que Eu Sou

Não Me Submeto

Aos Erros

E Aos Errados

Sou Das Filhas

E Dos Filhos

Da Carne

A Reveladora Mãe

De Todas

As Idades


Abundante Agregadora

Que Eu Sou

Inicio A Manifestação

De Toda Beldade

E Sou As Belezas

De Infinitas Faces

Abençoadas Com

O Sagrado Sibilar

De Minha Alma

Sem Idade

Abundante Ressonância

Que Eu Sou

Adapto Aos Espíritos

Que Me Reconhecem

E Reencontram

A Alta Musicalidade

Da Unidade

Na Qual Sou A Nota

Mais Sibilante

Escondida Em Todas

As Canções

De Libertinagem


A Abundante Meretriz

Eu Sou


A Abundante Prostituída

Eu Sou


A Abundante Vagabunda

Eu Sou


A Abundante Rameira

Eu Sou


A Abundante Assassina

Eu Sou


A Abundante Rebelde

Eu Sou


A Abundante Desafiadora

Eu Sou


A Abundante Glória

Eu Sou

A Abundante Perdição

Eu Sou


A Abundante Podridão

Eu Sou


A Abundante Riqueza

Eu Sou


A Abundante Luxúria

Eu Sou


A Abundância

Eu Sou


Meu Nome

É

Abundância

Em Todo Sua

Expressão De Cor


A Abundância

Eu

Lilith

Sou


Abundância

De Cósmica Presença

Diante Do Altar

De Eu Sou


A Abundância

Lilith

É

Expressando A Vontade

Da Natureza Revelada

Daquele Que

É


A Abundância

Eu Que Sou

Lilith A Abundar

Pelo Kosmos Que É

O Infinito Que A Tudo

Está A Gerar

No Incessante Eterno

Sopro Da Cósmica

Vida


A Abundância

Está Para Cada Um

De Vós

Como A Foda Está

Para Cada Um

De Vossos Leitos

Nos Quais

A Minha Presença

Sempre Apresenta-Se


Abundância

Humanidade


Abundância

Humana


Abundância

Humano


Abundância

O Kosmos

Abundante Sibila

Como Eu Que Sou

Lilith

Sibilo Dentro De

Vós


Inominável Ser

A ABUNDANTE

LILITH

Technorati Marcas: