domingo, 10 de outubro de 2010

A Descoberta De Uma Portentosa Tórrida Terra

Infiniti 4

No naufrágio incessante

de meu mar

de torres e diamantes

sou augusto no levante

de meu nariz ao odor

que vem da

portentosidade

das Tuas partes

baixas


Países baixos

de um planeta

Lilith

que é Teu corpo

que se oferece inteiro

aos prazeres reais

de foda com

os raios solares

e as coroas

estelares


Países baixos

cujas tórridas terras

são de uma magnífica

portentosidade

dignificando a estatura

de Tua xota

e a abertura do olhinho

do Teu cuzinho

tão apertadinhos

e merecedores do epíteto

de oitava e nona

universais maravilhas


Países baixos

os países envolventes

de Teu corpo

países iniciando

na púbis d'ouro

países interiorizando-se

na buceta d'ouro

países interagindo

na bunda d'ouro

nações unidas

na portentosa tórrida

reunião de exércitos

que lutam pelo

Grande Êxtase

na cama


A cama

de tórridas

portentosidades

cintilantes


A cama

de tórridas

portentosidades

sibilantes


A cama

de tórridas

portentosidades

embalantes


A cama

de tórridas

portentosidades

escaldantes


A cama

de tórridas

portentosidades

sussurrantes


A cama

de tórridas

portentosidades

libertantes


Cama

na tórrida terra

que traz a

Tua Portentosa

Coroa De Rubras

Negras Flores

Lilith

Portentosa

Negra Rubra Rainha

Das Carnes


Inominável Ser

NA PORTENTOSA

TÓRRIDA TERRA

DE LILITH

Technorati Marcas:

Nenhum comentário: