terça-feira, 19 de outubro de 2010

Oculte-Se Aos Profanos Olhos Impuros Morais, Santa Lilith

 

Lydia - Erik Jones

 

 

Diga não,

Lilith,

mesmo querendo

dizer

SIM,

mesmo sendo

um

SIM,

para os que

se envergonham

de Vossa Imagem.

Mas,

como Sei,

a Senhora

não obedece,

a Senhora

surge diante

dos corrompidos

pelas religiões

inimigas da

carnalidade.

Sei que a Senhora

dá uma chupada

no padre,

na madre,

no muçulmano ortodoxo,

no judeu ortodoxo,

no umbandista

que faz cu doce,

no candomblecista

que faz cu doce,

em todo vermezinho

oferecido

ao enterro

na moralidade.

Mas,

Ocultes

Tudo

Vosso,

Lilith,

profanos não devem

Ler

As Serpentinas Escritas

Do Véu

Do Grande Deserto,

a loucura despida

de toda classificação

seria o castigo

para todo aquele

que,

mesmo Te

desprezando,

tenha,

pelo menos,

uma linha lida

de Vosso

Sagrado Livro

De Verdades Carnais

Ocultas...

A Senhora agora

está rindo,

lambendo minha nuca

com Vossa língua

abrasadora de

cus,

bucetas

e picas...

Tudo bem,

confesso que

nada pode controlá-La,

seus risos agora

confirmam

que estou

na versificação Vossa

errada...

Então,

Senhora Lilith,

mostre-se aos

que moralmente

hipócritas

tratam a carne

como lixo,

enlouqueças cada um

deles

com Vosso veneno,

bem impiedosa,

bem maldosa,

bem maliciosa,

bem incontida

e bem saborosa...

Você aí,

crente na porra

de um Deus Único:

achas que podes

escapar

de Lilith?

Ouça a risada

Dela,

agora,

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

ouça...

Ela não me

ouve,

Ela a ninguém

ouve,

a ti Ela se

mostra,

seja forte

para não

enlouquecer,

mas,

se enlouquecer,

sentirá um prazer

que nenhum

homem

ou mulher

poderá te dar...

 

Inominável Ser

QUASE SÃO

LENDO

LILITH

 

 

Technorati Marcas:

Nenhum comentário: