segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Sou A Única Poderosa Vencedora!


Venci Tudo Acima
E Tudo Abaixo,
Mutilando Todos
Que Se Opuseram
Ao Poderio
Do Meu Veneno.

Venci,
Sou Vencedora,
Virei A Face
Para Iaveh,
Beijei A Face
De Samael,
Sibilo Vitoriosa
Para O Meu
Negro Luar.

Eu Sou
A Verdadeira Vencedora,
Realizei Meus
Sonhos Maiores,
Os Sonhos Da Conquista
Da Minha
Liberdade.

Qual Deusa
Ainda Está Sendo
Tão Lembrada
Quanto Eu?

Qual Dos Deuses
Tem Sido 
Tão Comentado
Quanto Eu?

Qual Mito
E Qual Sonho
Pode Ser Maior
Do Que Eu?

Qual Realidade
E Qual Verdade
É Maior
Do Que Eu?

Juntem-Se A Mim,
Sonhadores Do Mundo,
Guerreiem Como
Puderem,
Vençam Como Lhes É
De Direito!

Sonhem E Realizem,
Assim Como Eu Sou
Vosso Sonho Alcançável,
Criem Sonhos Alcançáveis
Tanto Quanto Eu!

Sonhem Realizados,
Humanos,
Mortais,
Imortais
E Sem-Irmãos
E Sem-Pais!

Como Eu,
Todos Vós
Podeis Ser!

Acima De Mim,
Nunca,
Pois Eu Estou
Acima De Todos Vós!

Ao Meu Lado,
Nunca,
Pois Minha Companhia
Jamais Haverá!

Sozinha,
Sonhei,
Venci
E Permaneci!

Hoje,
Vejo Os Ossos
Dos Olimpianos
E Dos Outros
Que Um Dia,
Aqui No Mundo,
Foram Como
Eu Sou!

Hoje,
Eu Vejo A Todos
Os Outros
Como Eu
Mortos!

Hoje,
Eu Estou Viva,
Vencendo Ainda,
Pronta Para
Mais Vitórias 
Acima!

Hoje,
Ontem
E Amanhã:
EU
SEMPRE
SEREI
A
VERDADEIRA
PODEROSA
VENCEDORA
DA
PASSAGEM
DAS
ERAS!!!

Sonhem!

Sibilem!

Vençam!

Inominável Ser
LILITH



No Domínio De Todo Elevado Maior Sonhar




Estando acima
dos montes,
das montanhas,
sem oponentes...

Estando acima
dos tronos,
dos soberanos,
sem adversidades...

Estando acima
dos humanos,
dos não-humanos,
sem Deusas a mais...

Estando acima
das palavras,
dos movimentos,
sem Deuses a atar-Lhe...

Estando acima,
quebrando máscaras,
deletando marcas,
sem deixar farpas...

Estando acima,
liberando imagens,
alongando paisagens,
sem criar miragens...

Estando acima,
Ela nos rodeia,
Ela nos abençoa,
sem prometer nada...

Estando acima,
Ela nos dá riscos,
Ela nos dá caminhos,
sem ser nossa babá...

Estando acima,
Ela nos toma tudo,
Ela nos dá tudo,
sem nos enganar...

Estando acima,
Ela nos provoca,
Ela nos povoa,
sem nos constranger...

Estando acima,
Ela nos faz gozar,
Ela nos faz sonhar,
sem nos domesticar...

Estando acima,
Lilith goza,
Lilith sonha,
sem nunca parar...

Inominável Ser
ESTANDO
EMBAIXO
DE LILITH

 

 

Da Solidão Que Sibila




Tento agarrar
as fêmeas de cá
e sempre sou levado
a me decepcionar.

Perda de tempo
após perda de tempo:
resultados dos meus momentos
com as fêmeas de cá.

Seja sina,
seja feitiço
ou seja destino,
não dá certo com as fêmeas de cá.

Cansado estou dessa busca,
infrutífera,
da mulher perfeita para mim
entre as fêmeas de cá...

Cansado estou de cada ilusão,
maldita,
vivida cada vez mais pelas
fêmeas de cá...

Cansado estou de sonhar
com os corpos
que envelhecerão
das fêmeas de cá...

Eu,
cansado,
estou quase aniquilando-me
por causa das fêmeas de cá...

Pensei,
recntemente,
que Tu havias me dado
uma fêmea de cá.

Menti para mim mesmo,
iludi-me feio com os meus
ilusórios desejos,
não era aquela fêmea de cá.

Não era aquela,
não era outra
e nenhuma a mais
das fêmeas de cá.

Dei tantas voltas,
fui tão perto de Ti
e me perdi 
com as fêmeas de cá.

Agora Sei mais
que Tu és Ela,
Lilith,
a minha Fêmea Exemplar!

Agora Sei mais
que Tu és Aquela,
Lilith,
a minha Fêmea Espetacular!

Agora Sei mais,
Lilith,
lambendo Vossa clitóris,
da Definitiva Fêmea Que Tu És!

Agora,
Sei mais,
Te lambendo
até Te fazer gozar...

Inominável Ser
FAZENDO GOZAR
A FÊMEA DELE
E GRANDE FÊMEA
DA CRIAÇÃO
LILITH
 
 



 
 

Encantando A Passagem Das Eras




Tu beijas todo o
Coração Universal,
atravessando Eras ao Som
do Sibilar Universal.

Tu beijas todo o
Círculo Das Esferas,
obrigando todo Astro
a dar-Te Riquezas.

Tu beijas
O Arcanjo Da Luz
e O Arcanjo Da Escuridão,
Celestes Irmãos.

Tu beijas 
A Face Divina
e A Face Infernal,
unificadas no Cosmosocial.

Tu beijas
Tua Irmã Divina
e Tua Irmã Infernal,
a Tua Família Divinal.

Tu beijas
A Sombra Solar
e A Sombra Lunar,
Imagens Do Maior.

Tu beijas
A Transcendência
e A Imanência,
A Unidade Em Verdade.

Tu beijas
O Céu Azul
e O Céu Nublado,
Firmamentos Sagrados.

Tu beijas
Os Caminhos
e Os Abismos,
Estradas Incontroláveis.

Tu beijas
A Expressão Diurna
e A Expressão Noturna,
Mansões Da Vastidão Pura.

Tu beijas
A Eternidade,
Vossa Mãe,
Vossa Irmandade.

Tu beijas
A Serenidade,
Vossa Mão,
Vossa Alegoria.

Tu beijas
A Verdade,
Vossa Tradução,
Vossa Realização.

Tu beijas
Vossos Filhos,
Amantes Diurnos,
Amantes Noturnos.

Tu me beijas
no olho do cu,
na cabeça da piroca,
por todo o saco...

Tu me beijas
muito na bunda,
no peito,
nos lábios...

Tu me beijas
e eu caio,
levantando-me gozando
dentro do Teu  rabo...

Inominável Ser
PELAS ERAS
ASSIM BEIJADO
POR
LILITH

 

Das Muitas Histórias Que Se Contam




Desde as épocas
de tacapes e pedras,
histórias sobre Ti
são contadas.

Tu És desde as
mais remotas
e inesquecíveis épocas
para todos os Imortais.

Desde os tempos
mais distantes
e mais imemoriais,
Tu És Aquela Que É.

Fêmea,
Grande Fêmea,
Mãe e Mulher minha,
dai-me do Vosso Vinho!

Quero beber do Vinho
Da Serpente Primeira,
O Vinho Da Eternidade,
O Vinho Da Liberdade!

Beber do Vosso Vinho,
Lilitu Ramoh'ash,
é como sonhar sempre
com a Única Origem...

Eu sonho...
Contigo...
Eu sonho...
Com A Unidade...

Tu tens histórias
acerca da Unidade,
a Mão Direita Tu desces,
a Mão Esquerda Tu ergues.

Ouço Tuas histórias,
Ouço todas elas,
Única Serpente,
Única Fêmea...

Histórias douradas...
Histórias enriquecidas...
Histórias loucas...
Histórias suicidas...

Doura História Serpentina...
Rica História Serpentina...
Louca História Serpentina...
Suicida História Serpentina...

E a melhor história
que tenho Contigo
é a da minha pica
dentro do Vosso cuzinho...

Inominável Ser
ALUNO DA
HISTORIADORA
LILITH

Serpente Ao Vento Lançada




O vento vem,
vem do Norte,
O Norte Do Deserto,
O Grande Deserto.

Ao Sul Do Deserto,
toca uma melodia
entoada pelas
Ninfas de Lá. 

Ao Leste Do Deserto,
Sátiros e Bacantes
promovem 
A Eterna Orgia de Lá.

Ao Oeste Do Deserto,
há gemidos e prazeres
proporcionados pelos
Reis Do Sexo.

Ao Centro reside
Lilith,
erguendo um cetro
e uma coroa sem fim.

Jazem aos pés Dela
ídolos
e símbolos sexuais,
encarnados e desencarnados.

Estão nas mãos Dela
os que procriam,
os que nascem,
os que hão de nascer.

Dormem entre os seios Dela
poetas e poetisas,
escritores e escritoras,
simbolistas do Seu Sibilar.

Dançam na Vulva Dela
os filhos da Pornografia,
os filhos da Prostituição,
os filhos da Liberdade Sexual.

A Serpente:
O Vento Batndo
Onde Há Desejo,
Onde Há Ardor.

A Serpente:
O Vento Batendo
Onde Há Paixão,
Onde Há Amor.

A Serpente:
O Vento Batendo
Onde Há Fogo,
Onde Há Fulgor.

A Serpente:
O Vento Batendo
Onde Há O Baile,
Onde Há O Esplendor.

 Baile Dos Corpos,
Esplendor Da Carne,
Ventania Sagrada,
Ventania Selvagem.

Ventania que surge
quando um pênis
está em uma boca ou buceta
ou mão ou cu.

Ventania que surge
quando uma língua
está em um seio ou boca
ou buceta ou cu.

A mesma Ventania
que agora aqui chega,
oferecendo-me Tu
como minha sobremesa...

Inominável Ser
SENTINDO 
O VENTO
E METENDO
NO CU
DE LILITH

De Uma Certeza Que Me Define




Tenho tido sonhos,
sonhos dos mais longos,
rastros de desejáveis campos
cheios de altos encantos.

São sonhos de labaredas,
cada labareda sendo certeza,
cada certeza senhora realeza,
realeza de tronos e mesas.

O que me aguarda
do outro lado d'água
do Rio Dos Sonhos
sem nenhum assombro?

Quem me guarda
do fio da maldita espada
que fica dependurada
sobre a minha coroa sagrada?

Quem me aguarda
no Palácio Do Amor,
cheia de rosas e calor,
cheia de perfume e sabor?

O que me guarda
do perigo da selva,
a selva dos apequenados,
a selva dos mediocrizados?

Ela sorri e me beija.
Ela sorri e me abraça.
Ela sorri e me enlaça.
Ela sorri e me morde.

Eu choro no colo Dela.
Eu choro entre os seios Dela.
Eu choro entre as coxas Dela.
Eu choro aos pés Dela.

Sorridente,
Ela não me deixa doente,
Ela não me deixa sozinho,
Ela não me abandona.

Chorando,
escrevendo estes versos
entre a imundície da Terra,
uma certeza me exalta:

Lilith me aguarda,
Lilith me guarda,
Lilith de mim Se agrada,
Lilith de mim Se felicita.

Ela sorri.
Eu choro.
Ela gargalha.
Eu a chupo na buceta...

Inominável Ser
CHORANDO
E FODENDO
COM LILITH





sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Sobre Este Blog, A Página No Facebook E O Dia Do Sexo


Inomináveis Saudações a todos vós, leitores virtuais.

Antes de mais nada, julgo necessário esclarecer a todos vós que seguem ou visitam este blog acerca do que se trata esta postagem, a primeira através da qual, neste blog, faz com que eu me comunique diretamente convosco. Este é um texto de agradecimento aos seguidores deste trabalho; a todos que o admiram; e a todos que visitam-no. É satisfatório saber que sou lido, comentado, seguido e estou disponível para comunicar-me pessoalmente com cada um de vós, através do e-mail inominavelser@hotmail.com. Enviem sugestões, críticas, imagens e xingamentos, pois, afinal de contas, todo escritor e todo poeta alimenta-se do que lhe atinge positivamente e negativamente.

Muitos que acompanham este blog já devem ter notado, mas três pontos essenciais acerca do mesmo precisam ser destacados e postos em primeira instância:

1º. SOU TOTALMENTE CONTRA A PEDOFILIA - É um crime maior, cometido por doentes tanto do corpo quanto da alma.

2º. SOU TOTALMENTE CONTRA A ZOOFILIA - É uma aberração antinatural que contraria as Leis Cósmicas, Leis acima de qualquer Religião ou Doutrina Espiritualista.

3º. SOU TOTALMENTE CONTRA O ESTUPRO - É o pior de todos os crimes que neste e em todos os mundos pode ser cometido contra outro ser vivo.

Para mim, a Heterossexualismo e a Homossexualismo são naturais, são parte d'alma de todos que pertencem a um ou a outro. Não há nenhum mal neles, a meu ver, o que a Regente deste blog, Lilith, igualmente vem a defender.




Os mesmos valores que aqui são abordados fazem parte da minha maneira de pensar e não são, de maneira nenhuma, parte de alguma personalidade fake que aqui se manifesta. Foi assim, com esta naturalidade e sinceridade em meu modo de pensar, ser e agir, que decidi por abrir uma página para este blog no Facebook. A primeira tentativa foi até frutífera até determinado; mas, a censura e a falta de discernimento e olhar artístico daqueles que administram aquela rede social acabaram por removê-la, sem maiores explicações. Não foram postadas fotos pornográficas e nem vídeos do mesmo tipo, apenas algumas fotos de Nu Artístico; e, ainda por cima, a página era acessível apenas aos maiores de 18 anos... Mas, mesmo assim, ela foi removida...

Não desisti de ter uma página para este blog no Facebook, o qual eu considero um excelente meio de divulgação de trabalhos virtuais. E, aos 04 de setembro de 2013, iniciei a construção de uma nova página, a qual contara com imagens e vídeos mais moderados. INFELIZMENTE, como não existe uma verdadeira liberdade de expressão na Internet, terá que ser assim...

E, seguindo em frente, vou melhor divulgando este meu trabalho e as idéias defendidas aqui no blog. A todos os interessados, aqui está o link da página (que tem um atalho acima da página deste blog, à esquerda):


Apreciem, SEM moderação...




Coincidentemente, publico aqui este texto no Dia Do Sexo, um dia que Lilith adora e tem como o ideal para a exalação de todo o Seu Poderio sobre as carnes humanas. Ela questiona a todos que estão envoltos nas redes da sexualidade humana e Sua influência é inescapável, inegável, inominável... Heteros, gays e lésbicas: rodeados e amamentados, igualmente, pelo suor da Vulva Dela, pelo gozo que da Mesma transborda junto com cada gozo de cada parceiro sexual em cada leito da Terra... Sexo é a mais natural forma de enlace, de conhecimento, de entrega e envolvimento possíveis entre todos que a ele entregam-se, buscando e dando prazer. Como poeta e escritor de poemas e contos que versam sobre o Erotismo  a Pornografia, sinto-me como um proporcionador de sonhos que alimentam outros sonhos, usando da minha imaginação e da minha inspiração para agitar a inspiração e a imaginação de quem me lê. Todo poeta e escritor como eu quer contar apenas boas histórias e é isso que eu aqui realizo na Vulva De Lilith, contando histórias sexuais inspiradas pela Sexual História, uma imemorial História iniciada por Lilith, A Grande Senhora Do Sexo e de toda forma de Sexualidade.

Escrever e poetizar é como transar, literalmente. A cada texto ou poema que escrevo, fico aceso e me alivio da maneira que posso... Sexo e Poesia, Sexo e Literatura, Lilith e Posiesia, Lilith  Literatura: Tudo se confunde, Tudo se compreende, Tudo se explica. Assim como eu sinto o cheiro da vagina Dela ao escrever para este blog, desejo que cada um de vós sinta o mesmo cheiro lendo-o e transando neste Dia e em todos os demais dias de todos os anos de vossas vidas. A Verdadeira Proprietária deste blog lhes abençoa e lhes envia todo o suor da Vulva Dela, neste Dia por Ela governado.

Transem!

Transem muito!

Transem sem parar!

Transem amanhã!

Transem sempre!

Lilith ordena!

Lilith aconselha!

Lilith quer!

Lilith lhes deseja um Feliz Dia Do Sexo!

A Louvemos, humanos!

AVE LILITH!!!

AVE LILITH!!!

AVE LILITH!!!

AVE LILITH!!!

AVE LILITH!!!

AVE LILITH!!!

AVE LILITH!!!

AVE LILITH!!!

AVE LILITH!!!

Saudações Inomináveis a todos vós, leitores virtuais!