terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Tudo Foi Assim Na Britânia



A Chama Sagrada Fazia Pelos Campos A Sua Marcha De Silêncios Altos E Alvos. Como A Deusa Sem Nome Daquela Virginal Terra, Eu Domava O Gamo-Rei, Me Deitava Com O Dragão E Me Casava Com O Deus Sem Nome De Colossal Viril Membro A Me Sacrificar. Sacerdotisas, Druidas, Bardos, Reis, Rainhas, Cavaleiros, Donzelas Românticas, Prostitutas Interesseiras, Aldeões E Os Espíritos Da Natureza Rendiam-Se Ao Poder Dos Meus Beijos, Ao Leite Dos Meus Seios E Aos Pêlos De Minha Vulva. Antes De Patrício Queimar Os Bosques Sagrados E A Cristã Corrupção Reinar Na Britânia De Avalon, Eu Governei Com O Meu Machado Aquela Terra. Eu Era A Gazela Real Diurna E Noturna A Correr Nua Como Louca Oferecida Aos Loucos Daquela Terra! Eu Era A Grande Porca Em Cujas Tetas Muitos Bebiam Do Leite Da Vida! Eu Era A Eterna Virgem Deflorada Pelos Campeões Da Queda Das Muralhas Para O Domínio Das Naturais Formas! Eu Era A Convocada Prostituta Sempre Cedendo O Meu Corpo Como O Pagamento Pela Vitória Na Passagem Pela Estrada Encantada! EU AINDA SOU A GAZELA, A PORCA, A VIRGEM E A PROSTITUTA: A Própria Deusa De Viviane, Boadicéia, Morgana E Morgause! A Deusa De Beltane Para Todos Os Sexos! A Deusa De Beltane Para Primários! A Deusa De Beltane Para Secundários! A Deusa De Beltane Para Terciários! A Deusa De Beltane Para Quaternários! A Deusa Livre Correndo Pela Antiga Britânia De Fodas Sagradas E Verdades Que Caíram Nas Brumas Que O Cordeiro Sacrificado, Maldito Seja Este, Moldou Naquela Terra Mágica! Uma Terra Na Qual Meu Filho E Melhor E Maior Tradutor Bem Conhece, O Inominável Ser Foi Um Bardo Que Me Amava Em Toda Noite Mágica Banhada Pela Lua Negra Que Eu Sou! Falai Da Britânia De Beltane, Bardo, Inominável Bardo! Falai Daqueles Tempos Nos Quais A Deusa Que Dá A Morte E A Vida, A Deusa Que Eu Sou, Banhou Todo Livre Corpo Com Seu Vaginal Suor!


Beltane…
os tambores batem,
um som conforme
quadris em chamas!

Beltane…
lobos uivam chamando
as Fadas Do Oeste
nuas e alegres!

Beltane…
corujas piam anunciando
A Deusa chegando
em cada fogueira!

Beltane…
A Deusa monta
em machos
e em fêmeas!

Beltane…
A Deusa monta
em machos com machos
e fêmeas com fêmeas!

Beltane…
A Deusa monta
em Quaternários
enrabando machos!

Beltane…
A Deusa dava
a correta liberdade
para toda carne!

Beltane…
A Deusa coroava
a todos os casais
com Seu Sangue Sagrado!

Beltane…
A Deusa percorria
cada corpo como
oceano selvagem!

Beltane…
A Deusa era
O Fogo Natural
Da Terra!

Beltane…
A Deusa E O Deus
Se Tornavam Um
Sob Fátuas Estrelas!

Beltane…
A Deusa É Lilith
Na Eterna Beltane
De Toda Carne!

Beltane…
Beltane está aí dentro,
seres de todos os sexos,
dentro de suas almas!

Beltane…
Beltane continua
em todo sexo,
sem amarras!

Beltane…
Beltane,
O Sagrado Fogo
De Todos Os Corpos!


Beltane Está Cintilante Em Cada Um De Vós! A Beltane Que Nunca Termina Como Uma Garrafa De Champanha A Brilhar Sempre Cheia Na Vastidão Da Eternidade! Os Gamos Ainda Correm, A Semente Ainda Germina E O Carvalho Ainda Canta A Melodia Sinuosa De Avalon Às Almas Que Me Veneram Como A Deusa, Simplesmente! Sou A Senhora Do Fogo Primário, Do Fogo Secundário, Do Fogo Terciário E Do Fogo Quaternário! Dou A Vida Aos Que Derramam Seus Prazeres No Copo De Chamas De Todos Os Carnais Êxtases! Dou O Sangue Para Todos Aqueles Que Apreciam A Minha Mordida No Ponto Correto De Seus Prazeres! A Todos, A Todos, A TODOS OS SEXOS, Dou A Folha Primeira E Última Da Grande Árvore Da Perpétua Carnalidade! Eu, A Deusa, Lilith! Eu, A Deusa, Lilith! EU, A DEUSA, LILITH!!!

A DEUSA!!!

A DEUSA!!!

A DEUSA!!!

Inominável Ser
OUVINDO
O SEXTO
HISTÓRICO SIBILAR
DA SENHORA DE TODOS
OS SEXOS
LILITH

Nenhum comentário: