segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Da Assassina Loucura Inominável



A sanidade é uma
desgraça civilizada,
entorpece os sentidos,
inibe os instintos.

Sanidade não é um
bom nome a se pronunciar,
é um termo menorizante,
é um troço humilhante.

Loucura é o que deve
em tudo haver,
Loucura é o que faz
verdadeiramente ver.

Loucura na mente,
Loucura no espírito,
Loucura na carne:
para criar!

Loucura nas trepadas,
Loucura nas chupadas,
Loucura nas dedadas:
para recriar!

Loucura no gozo,
Loucura no esperma,
Loucura orgásmica:
para ser Creador

para ser Creadora

Para Ser Criação!

Vidas fantásticas,
ilimitadas,
sem ansiedades,
sem proibições!

Focas sinistras,
desenfreadas,
sem correntes,
sem traições!

Fodas enlouquecidas,
desesperadas,
sem proteções,
sem desconfianças!

Fodas artisticamente
realizadoras,
sem impedimentos,
sem irrealizações!

Fodas,
Foda,
A Foda,
Foder!

Assassina loucura
inominável
é
foder…

Assassina loucura
inominável
é
apenas foder…

Assassina loucura
inominável
é
sempre foder…

E a responsável exata
por todo enlouquecimento
da carne mais livre
é A Voz Da Luxúria Inominável.

Inominável Ser
ASSASSINO
LOUCO
INOMINÁVEL
DA CARNE

Nenhum comentário: