terça-feira, 1 de março de 2016

O Laço Que Mais Aprisiona




Em uma prisão
me encontro,
A Eterna Prisão
que nunca cala
meus desejos,
A Extrema Prisão
que nunca cansa
a minha carne…


Prisioneiro
em meus desejos,
caio de quatro
aos feminis pés
de uma Grande
Senhora Carcereira…


Não há como
Dela
escapar!


Não há como
quebrar
as algemas!


Não há
Não ha
Não há
!!!


Prisioneiro
em minha carne,
deito de bruços
na areia do Deserto
onde Ela é
A Única Soberana
Incontestável…


Tempestades
de areia
me atacam!


Tempestuosas
areias
me encobrem!


Me encobrem
Me encobrem
Me encobrem
!!!


É um Laço
de muitas pontas,
É um Laço
com todas as pontas,
É um Laço
de infinitas pontas,
Laço
Laço
Laço
Laço
Laço
Laço
Laço
Laço
Laço


Que me algema
Que me algema
Que me algema
!!!


Em Perpétua Prisão
Em Perpétua Prisão
Em Perpétua Prisão
!!!


Dentro da Vulva Dela
Dentro da Vulva Dela
Dentro da Vulva Dela
!!!


Inominável Ser
PRISIONEIRO
DOS LAÇOS
DA VULVA
DE LILITH




Nenhum comentário: