terça-feira, 3 de maio de 2016

Natureza Que Está A Crescer



Os ventos falam
De uma Linguagem
Que arde nas Entranhas
Da Terra
E de outras Terras
Do lado de cá
E de Lá.

As folhas sussurram
Os agudos motivos
Que se insinuam
Entre os Solos
Que são Novos
E os Solos
Que são Antigos
E os Solos
Que Ainda Serão.

As chuvas inundam
Campos inexplorados
Onde os pés de cada
Envenenado Caminhante
Podem ser mordidos
Pelas Ocultas Serpentes
Dos Ocultos Rios.

E Uma Serpente
Agita a infinitude
Das Ocultas Florestas…

E Uma Serpente
Dança na amplitude
Das Ocultas Festas
Dos que nascem
Naquelas Florestas…

E Uma Serpente
Canta Uma Senpre
Jovem Canção
De Poderosa Exaltação
À Sua Natureza…

Qual é
A Serpente
Refletida nas
Ocultas Paragens
Da Outra Natureza?

Qual é
A Serpente
Representada nos
Ocultos Animais
Da Outra Natureza?

Qual é
A Serpente
Que reúne em redor
Do Oculto Fogo
De Todos Os Lados
O Machado
E A Foice?

Quem é
A Serpente
Construtora Eternamente
De Uma Novíssima
Ininterrupta
Crescente Natureza?

“Eu,
A Serpente,
A Assassina Natureza
Da Vacilante Flora,
Da Temerosa Fauna
E Das Efêmeras
Formas Caindo Ao
Solo Mais Infértil,
Solo Que Fertilizo
Com As Flores Nascidas
Do Meu Sangue,
Solo Que Consagro
Envenenando-O Com
Os Sibilantes Animais
Nascidos
Do Meu Sangue,
Sangue Que É
O Verdadeiro Vento,
Sangue Que Está
Nas Verdadeiras Folhas,
Sangue Que Cai Junto
Com As Verdadeiras
Chuvas
Nos Domínios Da Natureza
Sempre A Nascer
E Crescer
A Partir
Do Meu Sangue!”

Natureza
Em meu corpo
A crescer.

Natureza
Em minha mente
A crescer.

Natureza
No espírito que eu sou
A crescer.

Natureza
Crescente
A me fazer
Campo fertilizador.

Inominável Ser
FERTILIZADO
PELO SANGUE
QUE NASCE
E CRESCE
DA VULVA
DE LILITH




Nenhum comentário: