domingo, 15 de maio de 2016

Pergaminhos Sempre Sendo Escritos Nos Anais Dos Infernos



Os Livros Dos Infernos Estão Abertos. Os Livros Dos Infernos Estão Vivos. Os Livros Dos Infernos Estão Manifestos. Os Escritores Dos Infernos Falam De Prazeres E Terrores. Os Poetas Dos Infernos Assassinam Toda Lógica Que Há Em Todos Os Mundos Com Versos A Trazerem O Primordial Para O Atual. Os Filósofos Dos Infernos Balançam-Se Nos Precipícios Mais Nefastos Onde Há Apenas A Primal Beleza Do Absoluto Caos. E A Mais Sábia De Todas As Serpentes Faz De Sua Vulva Um Livro Aberto Gerador De Pergaminhos Revelados A Todos Os Inspirados Pelos Infernos Em Todos Os Mundos. Os Inspirados, Aqueles Que São Os Envenenados Na Carne. Os Inspiradores, Aqueles Que Foram Os Primeiros Envenenados Em Espírito. A Inspiradora, Aquela Que É A Mais Venenosa Da Criação E Da Anti-Criação Na Perspectiva De Todos Os Olhos Voltados Para As Sendas Dos Infernos.


Toda Envenenada
Carne
é Página de um
Livro aberto
nos Infernos.

Toda Envenenada
Carne
é Tinta de um
Pergaminho sendo escrito
nos Infernos.

Toda Envenenada
Carne
é A Poesia,
A Literatura
e A Filosofia Dos Infernos.

Toda margem
sem erros,
toda imagem
sem o medo
do erro.

Toda linha
sem atropelos,
toda linha
sem a insignificância
do atropelo.

Todo capítulo
sem pausas,
toda capítulo
sem a inutilidade
das pausas.

A Poesia Dos Infernos
versifica as obras
dos Mais Carnavalizados
da capa deste mundo
destroçado.

A Literatura Dos Infernos
clareia o caminho
dos Mais Carnavalizados
da contracapa deste mundo
abortado.

A Filosofia Dos Infernos
retira as pedras
dos Mais Carnavalizados
das abas deste mundo
fracassado.

Saudemos Aos Poetas
Dos Infernos
Com Sua Poesia
Exaltadora Do Veneno
Carnal!

Saudemos Aos Escritores
Dos Infernos
Com Suas Penas
Expressivas Do Veneno
Maior!

Saudemos Aos Filósofos
Dos Infernos
Com Suas Afirmativas
Reveladoras Da Envenenadora
Ainda Muito Maior!

Klavydog
Lilitu
Klavydoh
Lilitu
Arydou
Lilitu
Asapub
Lilitu
Asapun
Lilitu
Desarys
Desarta
Amaupa
Aghelyun
Lilitu
Lilitu
Lilitu

Soartu Upeon Natru Uteas
Lilitu
Lilitu
Lilitu

Agerao Odan Natao Odepa
Lilitu
Lilitu
Lilitu

Egypta Atera Adesa Narua
Lilitu
Lilitu
Lilitu

Inominável Ser
ENVENENADO
POETA
ESCRITOR
FILÓSOFO
INSPIRADO PELA
VULVA
DE LILITH




Nenhum comentário: