terça-feira, 15 de novembro de 2016

O Que Nunca Acaba Na Gozada


Honeypot - Yuri Leitch



Um detalhe fica
Agitado na medida
Do momento
Que fica
Entre a chupada
E a gozada...

A chupada glorifica
E a boca se enche
De saliente saliva
Molhando a quente
Cabeça da pica
Toda durinha...

Mmmmmm...
Chupada de arte...
Chupada profissional...
Chupada clássica...
Chupada formidável...
Chupada magistral...

Hmmmmm...
A pica mais alegre...
A pica mais apreciada...
A pica mais safada...
A pica mais gulosa...
A pica mais chupada...

Ohhhhh...
A buceta todinha nervosa...
A buceta todinha amiga...
A buceta todinha danada...
A buceta todinha rindo...
A buceta todinha chupada...

A categoria de uma
Grandiosíssima chupada
É garantida pela chegada
A um momento posterior
A uma grande gozada na boca
Ou no meio da cara...

É o continuar
Do momento...
É o valorizar
Do estremecimento...
É consagrar 
Todo o gozo

Ao que fica.

Ao que continua.

Ao que se solidifica.

Ao que se eterniza.

Ao que amadurece.

Ao que enriquece.

E o que na verdade
Dá a uma chupada
E a uma gozada
Continuidade?
Chupe
E goze

E descubra.

Inominável Ser
COM SAUDADES
DE UMA CHUPETEIRA
BEM BUCETUDA
E DE UMA
BELA GOZADA
NA FUÇA DELA




Nenhum comentário: