segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Um Infinito Gemido Me Leva Até Cada Um De Vós Em Vosso Ato De Foder!


Held - Yuri Leitch


Levantem As Frontes
E Me Digam
Como Se Sentem
Tendo O Prazer
De Em Vossos
Míseros Leitos
Me Receber!

Levantem As Frontes
De Fracos Mortos
Que Vós Sois,
Eu Sempre Estou
Chegando,
Eu Sempre Vou Estar
Chegando,
Até Vós
Em Vossos Leitos
De Prazer!

Não Me Chamam?

Mesmo Assim,
Eu Vou!

Não Me Querem?

Mesmo Assim,
Eu Quero!

Não Me Pedem?

Mesmo Assim,
Eu Peço!

Não Me Agradam?

Mesmo Assim,
Eu Agrado,
Mas,
A Mim Mesma
Me Alimentando
De Vossos
Sussuros
E Gemidos
Nos Leitos!

Ouvem Este Gemido?

Ouvem Este Infinito
Gemido?

Ouvem O Gemido
Da Fera Adormecida
Que Se Oferece
A Todos Vós?

Ouvem,
Desgraçados
Que Gemem
No Êxtase
Do Maior Prazer?

Ouvem,
Desgraçados
Que Gemem
Como Filhotes
Da Serpente
Que Eu Sou
Vos Dando
Prazer?

Ouvem,
Seus
Desgraçados?

Ouvem,
Suas
Desgraçadas?

É O Gemido
Dentro
De Vós!

O Primordial
Gemido
Eterno!

O Primordial
Gemido
Selvagem!

O Primordial
Gemido
Original!

O Gemido
Que O Falso
Deus De Araque
Como Único
Considerado
Jamais Conseguiu
Apagar
E Calar!

O Gemido
Que Eu,
Lilith,
Sempre Vou
Dentro De Vós
Aquecer,
Alimentar
E Elevar!

Vossos Gemidos,
Meus Filhotes!

Vosso Gemido,
Meus Filhotes!

O Gemido,
Meus Filhotes!

Sou A Que Sibila
E Nunca Geme,
Idiotas
Mortais!

Porém,
Em Vossos Gemidos
No Foder Eterno
Entre Os De Vossa
Maldita Espécie,
O Meu Veneno
Corre,
Escorre
E Vos Contamina
Como Um Presente
Meu!

E Assim Passo
A Estar No Gemido
E Em Outros Gemidos
Vossos!

E Assim Ensino
Cada Passo
Para Com O Gemido
Chegar Ao Veneno
Da Sibilante Verdade
Dos Meus Braços!

E Assim Sigo
Vos Dominando,
Meus Escravos,
Nos Movimentos
De Vossos Corpos
Em Infinitos
Gemidos
Eternos
E Altos!

Inominável Ser
LILITH




Nenhum comentário: