quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Maré Que Jamais Cessará


On The Cycle - Casimir Lee


Secarão todos
Os mares
Da Criação,
Mas,
Da Tua Vulva
Ainda Continuará
A Jorrar
O Gozo Maior
De Todos Os
Gozos Primordiais.

Todos os mundos
Serão desertos,
Todas as vidas
Serão extintas,
Mas,
Da Tua Vulva
Ainda Continuará
A Jorrar
O Sangue Maior
De Todos Os
Sangues Primordiais.

Tudo será
A Morte,
Tudo será
A Deusa Morte,
Mas,
Da Tua Vulva
Ainda Continuará
A Jorrar
O Veneno Maior
De Todos Os
Venenos Primordiais.

Todas As Trevas
Engolfarão As Terras,
Toda Treva
Será Toda Terra,
Mas,
Da Tua Vulva
Ainda Continuará
A Jorrar
O Vinho Maior
De Todos Os
Vinhos Primordiais.

Da Tua Vulva,
Serpente
Das Infinitas Marés
Da Luxúria,
Da Tua Vulva
Da Tua Vulva,
Da Tua Vulva!

Da Tua Vulva,
Serpente
Da a Infinitas Marés
Adversárias,
Da Tua Vulva
Da Tua Vulva
Da Tua Vulva!

Da Tua Vulva,
Serpente
Das Infinitas Marés
Libertadoras,
Da Tua Vulva
Da Tua Vulva
Da Tua Vulva!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

DA TUA VULVA!!!

Inominável Ser
ENTREGUE
À VULVA
DE LILITH




Nenhum comentário: