quarta-feira, 1 de março de 2017

Ultrabits


Photo by Haris Nukem


Como corpos desejosos
Pelas eternizações…

Como corpos sinuosos
Pelas consequências…

Como corpos ansiosos
Pelos aplausos…

Como corpos gozando
Da adoração…

Como corpos usando
Dos comentários…

Como corpos alimentados
Pelas atualizações…

Como corpos
Pedindo
Um oi
Pedindo
Um emoticon
Pedindo
Uma reação
Pedindo
Uma aceitação
Pedindo
Uma proclamação
Pedindo
Pedindo
Pedindo
Pedindo
Pedindo
Pedindo
Pedindo
Pedindo
Pedindo

Cada corpo na tela
Pede algo,
Pede tudo,
Pede muito.

Cada corpo na rede
É armadilha,
É confusão,
É riqueza.

Cada corpo no social
Envolver das massas
É Arte,
É Artista.

Os conceitos todos
Mudam como borboletas
Pousando em campos
De chamas rubras.

Os Artistas estão aqui
Nesta era descobridora
De novos conectáveis
Absurdos.

A Arte está aqui
Nesta era permanente
De evolutivos conectados
Mundos.

A Arte:
Em todos clique.

O Artista:
Em toda página.

O Amante Da Arte:
Você aí,
Cyberleitor
Ou Cyberleitora.

O Amante Do Artista:
Ele mesmo,
Pois
Deusas & Deuses
Sempre Amarão
A Eles Mesmos.

Inominável Ser
UM
PORNOGRÁFICO
AMANTE DA ARTE
CYBERNÉTICA




Nenhum comentário: