terça-feira, 9 de maio de 2017

Revelo-Me Nas Águas De Tua Encarnação



Sou A Onda Permanente
E A Onda Passageira
Trazendo A Loucura
E A Devassidão…

Ouves O Som
Das Minhas Batidas
Na Areia Das Praias
De Teus Sonhos
E De Teus Pesadelos?

Sou A Onda Que
Chama
E A Onda Que
Clama…

Ouves O Som
Das Minhas Batidas
Na Areia Das Praias
De Tua Mente
E De Teu Coração?

Sou A Onda
Sem Limites
E A Onda
Cheia De Crimes…

Ouves O Som
Das Minhas Batidas
Na Areia Das Praias
De Tua Noite
E De Tuas Manhãs?

Sou A Onda
Recheada De Ódio
E A Onda
Ausente Do Amor…

Ouves O Som
Das Minhas Batidas
Na Areia Das Praias
Do Teu Silêncio
E Das Tuas Canções?

Sou A Onda
Desesperadora
E A Onda
Inquietante…

Ouves O Som
Das Minhas Batidas
Na Areia Das Praias
Da Tua Alma
E Da Tua Carne?

Sou A Onda
Carnal
E A Onda
Espiritual…

Ouves,
Mortal,
As Minhas Batidas
Em Tua
Carne?

Ouves,
Mortal,
As Minhas Batidas
Em Tua
Alma?

Ouves,
Mortal,
As Minhas Batidas
Em Teu
Existir?

Tu Me Ouves,
Mortal?

Tu Me Ouves,
Mortal?

TU ME OUVES,
MORTAL???

Se Me Ouves
Bater Em Tua
Carne,
Sabes Que Te Guio
Ao Abismal…

Ouves O Som
De Vossos Pés
Molhados
Na Beira Do Abismo
Para Onde Te Guio,
Mortal?

Ouves O Som
Da Minha Voz
A Te Molhar
E A Te Chamar
Do Fundo Do Abismo,
Mortal?

Ouves O Som
Dos Meus Sibilos
Em Violentas Marés
A Te Espancarem
Ao Descerdes O Abismo,
Mortal?

Se Me Ouves,
Deixe Cada Vez Mais
Eu Te Morder,
Eu Te Molhar,
Eu Em Ti
Derramar Da Minha
Buceta Aberta
Meu Gozo
Imortal…

Beba Tudo,
TE ORDENO,
MORTAL!!!

Inominável Ser
LILITH




Nenhum comentário: