terça-feira, 8 de agosto de 2017

Os Passos Que Constroem Novos Mundos


Art by Maurizio Barraco


As Tuas pegadas nas areias do Deserto transmitem Ocultas Vozes para aqueles que não te Conhecem. Eu Te Conheço e Ouço cada Voz em cada areia do Deserto. Elas me falam de Sibilantes Sonhos… Elas me falam de Sibilantes Pesadelos… Elas travam Sibilantes Guerras… Elas garantem Sibilantes Vitórias… Elas me Devoram… Elas me Prendem… Elas me Libertam… Cada voz é uma tremenda explosão dentro do meu Eu, rasgando-me em tudo que constitui o mundo onde penso caminhar. E Novos Mundos vão Nascendo como Espaços que passam a ser preenchidos com ferocidade, selvageria e crueldade. Sim, Tu nada facilitas deixando nas areias do Deserto Tuas Sibilantes Pegadas… Eu não quero, mesmo, nada fácil lendo cada grão de areia por Ti Envenenado… Não quero, Suprema E Absoluta Caminhante No Deserto…


E na dificuldade,
Vou ao Aprendizado
Que me faz circular
Pelos Campos
Do Teu Infinito.

E na dificuldade,
Vasculho nos Livros
Por Ti escritos
No Grande Deserto
A Tua Eternidade.

E na dificuldade,
Registro em mim
Cada Ensinamento
Pelos Teus Lábios
Manifestados.

E na dificuldade,
Espalho no meu
Deserto Interior
As minhas próprias
Pegadas.

E na dificuldade,
Construo a minha
Própria biblioteca
De Livros escritos
Com o meu sangue.

E na dificuldade,
Deixo minhas pegadas
No Grande Deserto
Mais Árido
De Minha Alma.

E na dificuldade,
Descrevo para mim
Uma rota de
Densos Caminhos
Inomináveis.

E na dificuldade,
Te Compreendo
Como O Sibilante
Jardim Maior
Envenenado.

E na dificuldade,
Te Compreendo
Como O Sibilante
Romance Maior
Envenenado.

E na dificuldade,
Te Compreendo
Como O Sibilante
Mundo Maior
Envenenado.

E na dificuldade,
Te Compreendo
Como O Sibilante
Verso Maior
Envenenado.

E na dificuldade,
Te Compreendo
Como A Sibilante
Cova Maior
Envenenada.

Dificuldade,
Na qual tomo
Conta de cada
Um dos meus
Ossos expostos!

Dificuldade,
Na qual abro
Meu coração
Em cada um
Dos meus túmulos!

Dificuldade,
Na qual morro
Em todo cemitério
Onde me deito
Em cada caixão!

Dificuldade,
O Revelador Acesso
Quando Se Morre
Ao Envenenar-Se
Em Novos Mundos!

DIFICULDADE
DIFICULDADE
DIFICULDADE
DIFICULDADE
DIFICULDADE!!!

NOVOS MUNDOS
NOVOS MUNDOS
NOVOS MUNDOS
NOVOS MUNDOS
NOVOS MUNDOS!!!

VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS
VOSSOS PÉS!!!


E Assim Ela Constrói Novos Mundos Em Minha Alma…


Inominável Ser
AOS PÉS
DE LILITH
A CADA
NOVO MUNDO




Nenhum comentário: