terça-feira, 12 de outubro de 2021

A Terceira Escuridão Tem Seus Julgamentos

 


Imagem de Hùng Việt Nguyễn Thanh por Pixabay



Vigie A Porta, 

Testemunhe a chegada

De imposições 

Que são gritos 

Dentro d'alma. 


Abra A Janela, 

Responda ao néctar 

Escorrendo como gozo

Entre as névoas 

Da neve

Das Estradas. 


Pavimente A Parede, 

Ainda é muito cedo 

Para atravessar 

Toda Dimensão 

Até o Reduto

Da Sibilante Juíza. 


Com Machados, 

No Tribunal Temporal, 

Ela vai julgando 

As Almas

Que Dançam, 

As Almas

Que Cantam, 

As Almas

Que Silenciam, 

As Almas

Que Murmuram

E As Almas

Que Mudam. 


Com Machados, 

Cortando ao meio

Testemunhas

E Réus, 

A Sibila Julgadora 

De Justas Escamas

É A Chuva

Que Cai Sobre 

As Esperanças 

E Desesperos

Das Almas

Que São Dela. 


Com Machados, 

Ela vos corta, 

Testemunhas! 


Sintam o crânio 

Ser aberto

Por um golpe! 


Sintam o coração 

Ser dividido

Por dois golpes! 


Sintam a carne 

Ser dilacerada

Por três golpes! 


E a Senhora Juíza 

De Sanguinários Machados 

Assim Distribui

A Verdadeira Justiça 

Para O Júri 

Condenado À Prisão 

Na Vulva Dela. 



Inominável Ser 


TRÊS VEZES


 DEPONDO


INFINITAMENTE


POR


LILITH 





Nenhum comentário: